0

São Paulo e Santos se enfrentam em busca de moral e dos líderes

19 mai 2018
20h00
atualizado em 20/5/2018 às 11h21
  • separator
  • comentários

A partir das 16 horas (de Brasília) deste domingo, o Estádio do Morumbi receberá o seu primeiro clássico pelo Campeonato Brasileiro de 2018. O San-São, válido pela sexta rodada, reúne duas equipes que estão em busca de moral e de uma vitória para atingir a parte de cima da tabela.

Único invicto da competição, o São Paulo ocupa o 12º lugar com sete pontos ganhos, um a mais do que o 13º colocado Santos, mas apenas três abaixo do G4. O duelo, portanto, pode determinar a ascensão de um e a queda de outro na classificação.

"É um jogo muito importante, porque vai ser muito bom para o time que ganhar. Além de ser um clássico, significa muito para a posição na tabela e para pegar confiança. É um jogo que temos de jogar como se fosse uma final", ressaltou o técnico Diego Aguirre.

Apesar da invencibilidade, o Tricolor só saiu vitorioso em uma ocasião: na estreia, contra o Paraná, no Morumbi. Na sequência, empatou quatro vezes consecutivas (Ceará, Fluminense, Atlético-MG e Bahia), distanciando-se dos líderes.

"Tem um lado bom por não ter perdido, mas eu trocaria ter mais pontos e não ter a invencibilidade. Temos de conquistar a vitória e tomar esse jogo contra o Santos como o que pode nos dar uma sequência de vitórias, para nos dar a tranquilidade que estamos precisando", avaliou o treinador uruguaio, que fez mistério sobre a escalação para o clássico.

O certo é que o zagueiro Rodrigo Caio (cirurgia no pé esquerdo), o meia Cueva (seleção peruana), o atacante Morato (entorse no tornozelo esquerdo) e Gonzalo Carneiro (reforço muscular) serão os desfalques pelo lado são-paulino.

Em compensação, Aguirre terá os retornos de Diego Souza e Anderson Martins, livres de lesão na coxa esquerda, além de Júnior Tavares e Brenner, reincorporados ao elenco nesta semana após um período de treinos no Rennes e na Seleção Brasileira sub-20, respectivamente.

Instável na temporada, com 12 vitórias, cinco empates e dez derrotas, o Santos tenta embalar no Campeonato Brasileiro depois de vencer o Paraná por 3 a 1, na Vila Belmiro, e perder com time reserva por 2 a 1 para o Luverdense pela Copa do Brasil, na qual se classificou para as quartas de final por ter vencido na ida por 5 a 1.

Depois de descansar nove dos 11 titulares - só Vanderlei e Jean Mota atuaram nessa condição no Mato Grosso -, o Peixe vai descansado para o clássico e com uma lembrança recente boa: a vitória por 1 a 0, também no Morumbi, pelo Campeonato Paulista, com gol de Gabriel Barbosa.

"Jogamos contra o São Paulo e vencemos fora de casa. Não tem sido uma dificuldade (jogar como mandante). Contra o Grêmio, foi atípico (goleada por 5 a 1). Não serão todos assim, às vezes será de 1 a 0, por uma bola, mesmo com DNA ofensivo. Todos os jogos são difíceis. Em casa ou fora de casa", disse Rodrygo, em entrevista coletiva na última sexta-feira, na Vila Belmiro.

O técnico Jair Ventura contará com o retorno de David Braz na defesa, recuperado de edema na panturrilha direita, e espera pela volta de Léo Cittadini, em fase final de tratamento por entorse no tornozelo direito. Bruno Henrique, em transição após lesão de grau 2 no adutor esquerdo, segue fora de combate.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO X SANTOS

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)

Data: 20 de maio de 2018, domingo

Horário: 16 horas (de Brasília)

Árbitro: Bráulio da Silva Machado (SC)

Assistentes: Kleber Lúcio Gil (SC) e Neuza Inês Back (SC)

SÃO PAULO: Sidão; Militão, Arboleda e Bruno Alves; Régis, Jucilei, Hudson (Liziero) e Reinaldo; Nenê, Everton e Diego Souza

Técnico: Diego Aguirre

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Dodô; Alison, Jean Mota e Vitor Bueno (Léo Cittadini); Gabigol, Rodrygo e Eduardo Sasha

Técnico: Jair Ventura

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade