0

São-paulinos lamentam chance perdida de encostar nos líderes do Brasileirão

Atletas do tricolor paulista saíram de campo com a sensação de que mereciam a vitória

31 ago 2019
15h35
atualizado às 15h35
  • separator
  • 0
  • comentários

Apesar do tropeço de 0 a 0 contra os reservas do Grêmio no estádio do Morumbi, na capital paulista, em duelo válido pela 17.ª rodada do Campeonato Brasileiro, os jogadores do São Paulo saíram de campo com a sensação que mereciam a vitória. Com o resultado, a equipe paulista chega ao segundo jogo seguido sem vitória e pode ver os líderes da competição abrirem um pouco de vantagem.

"A gente tentou. Criamos chances de fora da área. O Júlio César fez boas defesas. Agora é erguer a cabeça e trabalhar. Temos um jogo difícil contra o Inter. A gente está confiando no trabalho. Já passamos por momentos piores e demos a volta por cima. Não são dois jogos que vão apagar o nosso crescimento", disse o goleiro Tiago Volpi.

Sem poder contar com os dois artilheiros da equipe na temporada, Alexandre Pato e Pablo, e sem os dois principais reservas, Toró e Raniel, o técnico Cuca optou por colocar Vitor Bueno como referência de ataque. Sem muito brilho, o jogador deixou o campo entre vaias e aplausos.

"A equipe deles é bem postada, nos últimos anos vem mostrando isso. Mas acredito que fizemos uma partida melhor. Se era para alguém sair vencedor, era para ser nós. Dos males o menor, conseguimos pontuar. Menos mal", afirmou Vitor Bueno.

O São Paulo volta a campo no próximo sábado, quando enfrenta o Internacional no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, às 19 horas. Para a partida, Cuca não poderá contar com quatro jogadores que vão ser cedidos para a Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Daniel Alves foi convocado pelo técnico Tite para amistosos nos Estados Unidos e Igor Gomes vai fazer parte dos treinos da equipe. Já Walce e Antony têm compromissos com a seleção olímpica.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade