7 eventos ao vivo

Santos sofre, mas vence Novorizontino mesmo com um a menos

8 jan 2018
22h56
atualizado em 9/1/2018 às 07h54
  • separator
  • comentários

O Santos visitou o Novorizontino na noite desta segunda-feira, pela última rodada do Grupo 4 da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Entrando em campo já classificados, mas com a intenção de avançar como primeiro colocado, ambos os times travaram um duelo bastante parelho, porém, mesmo com um homem a menos por mais da metade do confronto, o Peixe conseguiu sair com a suada vitória por 3 a 1, graças aos gols de Walison, Giovane e Wagner. Chris descontou para os donos da casa.

Apesar do amplo favoritismo, o Santos não conseguiu fazer prevalecer a superioridade que todos esperavam encontrar nesta segunda-feira. Desde o início de jogo o Novorizontino não se intimidou e foi para cima dos Meninos da Vila. A situação piorou aos 34 minutos, quando o zagueiro Vitor Mendes cometeu sua segunda falta dura na partida e, recebendo o segundo cartão amarelo, teve de deixar o gramado. Mesmo assim, o Peixe se manteve firme e conseguiu segurar a vitória.

Agora, Santos e Novorizontino aguardam as partidas do Grupo 3, que acontecem nesta terça-feira, para descobrirem quem serão seus respectivos adversários na próxima fase, que é eliminatória e de jogo único.  Por ter terminado em primeiro lugar, o Peixe enfrentará o segundo colocado do Grupo 3. Já o Novorizontino, segundo, vai encarar o líder. Por enquanto, Figueirense e América-PE, primeiro e segundo colocados, respectivamente, são os futuros rivais das equipes que se enfrentaram nesta segunda.

O jogo - A partida entre as duas equipes começou agitada. Logo no primeiro minuto o Novorizontino quase saiu na cara do gol, não fosse o zagueiro Vitor Mendes, que teve de sacrificar, recebendo o cartão amarelo, ao parar o atacante Leonardo. Apesar de o time da casa começar melhor, foi o Peixe quem abriu o placar, aos 18 minutos, com Walison. O jogador do Peixe recebeu cara a cara com o goleiro, driblou o adversário e empurrou para o fundo do gol.

A torcida santista, no entanto, mal teve tempo para comemorar. No minuto seguinte o Tigre chegou ao empate com Gil, que aproveitou a sobra da jogada de Chris para bater de primeira, de chapa, sem chances para o goleiro Renan, que ainda se esticou todo na tentativa de bloquear o arremate em seu canto esquerdo.

Persistentes, os Meninos da Vila não se abalaram com o empate repentino e pouco depois, aos 26 minutos, voltaram à frente no marcador. Após bom cruzamento da esquerda, Gabriel Calabres ajeitou de cabeça para o meio da área, e Giovane, também de cabeça, arrematou para o fundo das redes. Antes de ir para o intervalo, o Peixe ainda teve de lidar com o fato de jogar com um homem a menos após a expulsão de Vitor Mendes, que fez nova falta dura e não conseguiu evitar seu segundo cartão amarelo.

Já no segundo tempo o Santos realizou algumas alterações para proteger a defesa e não deixar a equipe exposta mesmo com um homem a menos em campo. O Novorizontino, por sua vez, aproveitou a situação e passou boa parte do tempo que restava da partida no ataque em busca do empate. Logo nos primeiros minutos foram nada mais, nada menos que duas bolas na trave dos donos da casa.

Aos 11 minutos, Vinícius recebeu na entrada da área, de costas para o gol, fez o giro, e bateu cruzado, carimbando a trave direita do goleiro Renan. Seis minutos depois o Tigre novamente carimbou o poste, desta vez com Nando, que aproveitou o bate-rebate na área para bater rasteiro, no canto esquerdo, porém, também não contou com a sorte.

Se o Novorizontino não conseguia se livrar do azar nesta segunda-feira, o Santos não teve o mesmo tipo de problema, pelo contrário. Mesmo com a inferioridade numérica, os Meninos da Vila ainda conseguiram chegar ao terceiro gol, aos 40 minutos, com Wagner. O capitão aproveitou o rebote dado pelo goleiro Vinícius para empurrar para o fundo das redes e garantir o triunfo ao Peixe.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade