0

Sampaio Corrêa sai na frente, mas leva a virada do Goiás na Série B

Time mostrou sinais de cansaço e perdeu para o Goiás por 3 a 1, no Estádio Castelão, em São Luis

20 jul 2018
23h20
  • separator
  • 0
  • comentários

Campeão recentemente da Copa do Nordeste, o Sampaio Corrêa foi vítima do seu próprio sucesso nesta sexta-feira. O time mostrou sinais de cansaço e perdeu para o Goiás por 3 a 1, de virada, no estádio Castelão, em São Luis, pela 16.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Sem vencer há seis jogos e tendo somado apenas dois pontos, o time do Maranhão segue com 16, em 18.º lugar. Invicto há sete jogos, o time goiano acumulou sua quarta vitória seguida, a sexta em sete jogos, chegando aos 24 pontos e ocupando a oitava posição.

Os dois times vinham em situações diferentes. O Sampaio Corrêa, campeão da Copa do Nordeste, vinha em má fase e a ampliou. Já o Goiás, em alta, ampliou a sua série invicta.

Pressionado pela ameaça do rebaixamento, o Sampaio Corrêa optou por uma marcação adiantada. Esta foi a opção do técnico Roberto Fonseca para superar nove desfalques. O esquema funcionou porque empurrou o Goiás para seu campo defensivo e sem opções, restaram apenas as ligações diretas e mal-sucedidas. A primeira boa chance saiu aos cinco minutos, quando Uilliam fez o giro na frente da área, tabelou com Fernando Sobral e apareceu na frente do goleiro Marcos. Ele chutou forte, mas a bola tocou no corpo do goleiro que defendeu em dois tempos.

Na segunda chance real, o time maranhense abriu o placar. Reginaldo Junior, pela esquerda, levantou bem alto para o outro lado. Fernando Sobral subiu de cabeça e pegou Marcos no contrapé, abrindo o placar aos 20 minutos. O Goiás ameaçou pela primeira vez em um cabeceio de Lucão, que aproveitou a saída errada do goleiro Andrey e testou firme. O gol estava vazio, mas a bola foi para fora.

Artilheiro da Série B com sete gols, Lucão teve outra chance aos 26 minutos. Ele recebeu na grande área, fez o giro em velocidade e bateu de esquerda. Desta vez, no entanto, o goleiro Andrey saiu bem por baixo e rebateu a bola. Aos 47 minutos, o Goiás tentou de novo, quando Michael invadiu a área pelo lado direito e cruzou na pequena área, onde Alex Silva tentou dar de letra, mas a bola ficou entre suas pernas. Ele próprio ainda tentou girar, mas errou o chute de novo, em lance que acabou sendo cômico.

O Goiás voltou adiantado no segundo tempo, dando impressão de que seria bem diferente. Mas logo o Sampaio criou duas chances para ampliar. A primeira, aos oito minutos, em uma falta cobrada com força por Marcelo e que Marcos rebateu. Aos 12 minutos, Alvinho foi lançado na grande área e, na tentativa de aliviar, o zagueiro Gilberto chutou contra seu próprio gol, mas Marcos fez grande defesa.

Mas quem tem um artilheiro sempre leva perigo. Aos 22 minutos, Lucão percebeu o goleiro Andrey adiantado e bateu por cobertura. A bola ainda tocou no travessão e caiu dentro do gol, deixando tudo igual. Foi o oitavo gol de Lucão, artilheiro isolado da competição. E o empate deu ânimo ao Goiás diante de um Sampaio Corrêa já com sinais evidentes de cansaço.

O gol da virada saiu em um contra-ataque iniciado com o goleiro Marcos, que entregou a bola com as mãos para Gedoz, que armou a jogada. Alex Silva recebeu a bola pelo lado direito, ajeitou e bateu de esquerda e de longe: 2 a 1 aos 26 minutos. Depois disso, o time goiano se fechou. O técnico Ney Franco trocou o meia Gedoz para a entrada do volante João Afonso e reforçou a marcação.

O Sampaio ainda teve chance em outra falta cobrada por Marcelo e que Marcos espalmou por cima do travessão, aos 34 minutos. Mas não teve força para pressionar e para evitar a nova derrota. Além disso, sofreu mais um gol, aos 48 minutos, em um contra-ataque puxado por Maranhão pela esquerda. Ele fez o passe para Michael, que cortou o marcador e bateu cruzado.

Os dois times voltam a campo na próxima terça-feira, pela 17.ª rodada. O Sampaio vai enfrentar o São Bento, em Sorocaba, às 21h30. Antes disso, o Goiás recebe o Coritiba, em Goiânia, a partir das 19h15.

FICHA TÉCNICA

SAMPAIO CORRÊA 1 X 3 GOIÁS

SAMPAIO CORRÊA - Andrey; Marcelo, Maracás, Joécio e Kaike; Silva (Carlão), Danilo Pires, Fernando Sobral e Danielzinho (Dalberto); Uillian e Reginaldo Júnior (Alvinho). Técnico: Roberto Fonseca.

GOIÁS - Marcos; Alex Silva, David Duarte, Edcarlos e Ernandes; Gilberto, Giovanni, Renato Cajá (Maranhão) e Felipe Gedoz (João Afonso); Michael e Lucão (Júnior Viçosa). Técnico: Ney Franco.

GOLS - Fernando Sobral, aos 20 minutos do primeiro tempo. Lucão, aos 22, Alex Silva, aos 26, e Michael, aos 48 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Ronei Cândido Alves (MG).

CARTÕES AMARELOS - Silva e Joécio (Sampaio). Edcarlos, Lucão e Renato Cajá (Goiás).

RENDA - R$ 27.705,00.

PÚBLICO - 3.324 pagantes (4.589 total).

LOCAL - Estádio Castelão, em São Luis (MA).

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade