1 evento ao vivo

Rogério Ceni reclama de saídas no Fortaleza: "Estamos menos preparados"

9 jul 2019
22h34
atualizado em 11/7/2019 às 21h44
  • separator
  • 0
  • comentários

Perto do retorno para os campos depois do fim da Copa América, o Fortaleza se prepara para retomar a disputa do Campeonato Brasileiro. Porém, após 26 dias de pausa, o técnico Rogério Ceni acredita que a equipe está menos preparada que antes.

Na visão do comandante, o elenco da equipe cearense está mais fragilizado com a venda de cinco jogadores: o zagueiro Patrick, o meio-campista Dodô, e os atacantes Júnior Santos, Marcinho e Matheus Alessandro; enquanto só contratou um: o meia Mariano Vázquez.

"Infelizmente hoje nós estamos menos prontos do que antes da parada para a Copa América, quando vínhamos de uma sequência de jogos, mas também com mais jogadores para trocar. Uma pena que nós perdemos jogadores que compreendiam o sistema de jogo, que já entendiam, Marcinho e Dodô, desde o ano passado", revelou o treinador em entrevista coletiva desta terça-feira.

"Nós não esperávamos a saída do Marcinho, é uma venda e não tem o que fazer. A saída do Dodô nós lamentamos. Esperamos que em breve a gente consiga trazer jogadores para ter alterações para fazer durante os jogos", explicou Rogério Ceni.

A equipe do Pici volta a campo no próximo sábado, ás 17h (horário de Brasília), no Castelão, contra o Avaí pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Fortaleza está na 14ª colocação do torneio nacional, dois pontos acima da Chapecoense, o primeiro tima na zona de rebaixamento.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade