0

Roger arma o Galo com três volantes e tem retorno de Rocha na direita

15 mai 2017
23h22
atualizado às 23h22
  • separator
  • comentários

Para a última partida da fase de grupos da Copa Libertadores, nesta terça-feira, às 21 horas (de Brasília), no Independência, contra o Godoy Cruz, o técnico Roger Machado tem uma série de dúvidas que sobrevoam o imaginário atleticano. No último treinamento, na Cidade do Galo, nesta segunda, o comandante tirou algumas.

O volante Rafael Carioca foi suspenso no último jogo e não poderá enfrentar o Godoy Cruz. Diante disso, existiu a possibilidade de ser alterado o modo de jogo do Atlético-MG, adotando novamente o esquema com dois homens abertos nas pontas. Machado, entretanto, deve seguir com o time com maior proteção a frente da zaga. Para isso, o jovem Yago deve ser escalado.

Outra situação que chamou a atenção nos treinos desta segunda foi a presença de Marcos Rocha entre os titulares. O jogador vinha reclamando cansaço e, por isso, ficou fora da estreia do Campeonato Brasileiro, contra o Flamengo, no Maracanã.

No empate contra o Rubro-Negro, por 1 a 1, inclusive, Carlos Cesar - substituto imediato de Rocha - sofreu uma contusão que vai render cerca de três meses de afastamento. Com isso, existia a expectativa da necessidade de improvisar um atleta na posição, já que Cesar está fora e Rocha era dúvida. A presença do camisa 2 em campo anima o torcedor atleticano.

O time titular do Galo teve ainda a ausência de Victor. O goleiro foi liberado para ficar com a família. O pai dele faleceu na madrugada desta segunda. Se não reunir condições de jogo - psicológica e física (por causa do deslocamento de Belo Horizonte para o interior de São Paulo) -, Giovanni será o substituto.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade