0

River emite nota rejeitando escolha de Santiago Bernabéu para final

1 dez 2018
13h45
  • separator
  • 0
  • comentários

O que seria a maior final de Libertadores está se transformando na mais polêmica da história. Neste sábado, um dia após o Boca desafiar a Conmebol, mais um capítulo do jogo aconteceu. O River Plate divulgou uma nota oficial rechaçando a realização da partida no estádio Santiago Bernabéu, como está definida desde a última quinta-feira pela Conmebol.

Segundo o comunicado, o clube entende que a mudança de local para a grande decisão traz uma desnaturalização para a disputa do duelo, além de tirar a condição de mandante para a equipe. Outro fator mencionado no texto é o prejuízo para os torcedores que comprar os ingressos para a partida que aconteceria no último sábado.

Para justificar o seu posicionamento contrário quanto a mudança, o River cita três razões no comunicado. O primeiro é uma defesa, afirmando que os ataques ocorridos no último final de semana ocorreram num perímetro exterior em relação ao espaço em que a segurança estava sendo organizada pelo clube mandante, tirando a responsabilidade do clube quanto ao ataque ao ônibus do Boca.

A segunda justificativa são os 66 mil torcedores que acabam sendo prejudicados pela mudança da partida, já que eles não poderão acompanhar o confronto devido aos custos e distância para a nova sede escolhida. Por fim, o clube afirma que a decisão deve acontecer em território argentino, mesmo com o país sediando a reunião do G20, algo utilizado como justificativa para a Conmebol para escolha de uma local fora da Argentina para a final.

Ainda não houve uma resposta da entidade do futebol sul-americano quanto a carta emitida pelo River Plate. Dessa forma, o duelo segue confirmado, pelo menos num primeiro momento, para o dia 9 de dezembro, às 17h30 (de Brasília), no estádio Santiago Bernabéu, em Madrid.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade