0

Ricardo Goulart brilha e Palmeiras bate o Ituano pelo Paulistão

Meia-atacante faz dois gols e dá assistência para Borja em vitória por 3 a 2, no Allianz Parque

27 fev 2019
23h40
atualizado às 23h53
  • separator
  • 0
  • comentários

Em sua primeira partida como titular do Palmeiras, Ricardo Goulart mostrou seu faro de gol e ajudou o time a vencer o Ituano por 3 a 2, no jogo de abertura da 9ª rodada do Campeonato Paulista. O jogador, contratado por empréstimo de um ano, é tido como uma das principais armas da equipe na temporada. Ele fez dois gols e deu uma assistência em uma noite inspirada.

A expectativa da torcida já era grande com a presença de Goulart entre os titulares, tanto que, depois de Dudu, ídolo alviverde, o meia foi o mais ovacionado pelos fãs. Ele sabia que, dentro de casa, o Palmeiras tinha de mostrar sua força diante de um rival que poderia causar estragos. Tanto que logo aos 10 minutos, Ramon cabeceou com muito perigo e por pouco não abriu o placar para o time de Itu.

Só que o Palmeiras reagiu quase que instantaneamente. Bruno Henrique chutou da entrada da área e o goleiro Pegorari espalmou para escanteio. Na cobrança, Edu Dracena desviou, Borja cabeceou e o goleiro do Ituano espalmou para frente. Goulart foi mais rápido que seus marcadores e mandou para as redes, levantando a torcida no estádio e marcando pela primeira vez no novo clube.

Com a vantagem, o jogo passou a ser controlado pelo Palmeiras e alguns minutos depois veio o segundo gol. Pela direita, Mayke cruzou no alto, Goulart subiu mais que o zagueiro Léo Santos e mandou para o gol, de cabeça, marcando seu segundo na partida e mostrando sua força ofensiva quando chega na área.

Na volta do intervalo, o Ituano tentou reagir. Já vinha incomodando pelos lados do campo, principalmente com o bom Martinelli na esquerda e Morato pela direita. Mas o time do interior paulista pecava no último passe e tinha dificuldade para levar mais perigo à defesa da equipe da casa.

O Palmeiras até poderia ter feito o terceiro com Borja, logo aos 7, mas o jogador perdeu uma ótima chance quando a bola sobrou para ele, livre, dentro da área. Pouco depois, o Ituano diminuiu com Marcos Serrato, que tocou na saída de Weverton, em posição duvidosa. O gol poderia dar um novo ânimo de Itu, mas aí a estrela de Goulart brilhou novamente.

Aos 12, Bruno Henrique levantou a bola na área, da esquerda. Goulart partiu em velocidade, deixando seu marcador para trás e ajeitou de peito para Borja, que sozinho, de dentro da pequena área, marcou o gol e se redimiu do erro minutos antes. O gol deu novamente uma tranquilidade ao Palmeiras na partida.

Então o técnico Felipão tirou Borja e colocou o volante Thiago Santos. Do outro lado, Vinicius Bergantin tentou colocar o time mais à frente. Até que aos 29, o veterano Corrêa deu um belo passe para Morato, que fez um lindo gol tocando na saída de Weverton. O Ituano bem que buscou o empate, mas o Palmeiras soube se defender e garantiu os três pontos em casa.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 3 x 2 ITUANO

PALMEIRAS: Weverton; Mayke, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique (Lucas Lima), Ricardo Goulart, Carlos Eduardo (Felipe Pires) e Dudu; Borja (Thiago Santos). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

ITUANO: Pegorari; Jonas, Léo Santos, Ricardo Silva e Peri; Baralhas (Bassani), Marcos Serrato e Corrêa (Marcelinho); Morato, Ramon (Gui Mendes) e Martinelli. Técnico: Vinicius Bergantin.

Gols: Ricardo Goulart, aos 11 e 22 minutos do 1º tempo; Marcos Serrato, aos 9, Borja, aos 12, e Morato, aos 29 minutos do 2º tempo.

Juiz: Lucas Canetto Bellote.

Cartões amarelos: Borja, Thiago Santos, Diogo Barbosa, Felipe Melo e Baralhas.

Público: 20.660 pagantes.

Renda: R$ 1.016.331,95.

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP).

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade