0

Renato deve repetir escalação campeã do Grêmio no jogo decisivo com o Libertad

Equipe gaúcha entra em campo nesta terça-feira, pela Libertadores, no Estádio Defensores Del Chaco, em Assunção

22 abr 2019
19h53
atualizado às 19h53
  • separator
  • 0
  • comentários

O técnico Renato Gaúcho deve repetir diante do Libertad, nesta terça-feira, às 19h15, no Estádio Defensores Del Chaco, em Assunção, pela quinta rodada da fase de grupos da Copa Libertadores, a escalação do Grêmio, que conquistou o título gaúcho, semana passada.

O elenco realizou nesta segunda-feira, em Assunção, o último treino antes do jogo decisivo. Renato não revelou o time, mas o treinador deve colocar em campo a seguinte formação: Paulo Victor; Leonardo, Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Maicon, Matheus Henrique, Jean Pyerre, Alisson e Everton; André.

O Grêmio é o terceiro colocado do Grupo H, com quatro pontos, dois a menos do que a Universidad Católica. O líder da chave é o Libertad, com 12 pontos e aproveitamento de 100%. O Rosario Central só tem um. Na quarta-feira, Rosario e Católica jogam na Argentina.

Tanto Renato como os jogadores sabem do bom momento pelo qual passa o adversário paraguaio. Além da campanha perfeita na Libertadores, o time é o terceiro colocado no campeonato nacional, com 31 pontos, dois atrás do vice-líder Cerro Porteño. O Olímpia é o primeiro colocado, com 40 pontos.

"Sabemos que o estádio vai estar lotado e a pressão vai ser muito grande. Cabe a nós jogarmos bola e não deixar que nada extra-campo atrapalhe a nossa produção", disse o meia Jean Pyerre. "O Renato passa muita tranquilidade para a gente. Ele pede para que tenhamos concentração para podermos fazer o que planejamos no treinamento", acrescentou o volante Matheus Henrique.

Sob forte chuva, Renato foi homenageado com um troféu pela Conmebol por ter sido eleito o melhor técnico da Copa Libertadores de 2017. "Agradeço a todos por mais este prêmio e divido com os jogadores", disse o treinador.

Depois do jogo desta terça-feira, o Grêmio ainda vai ter mais um compromisso pela Libertadores. Será dia 8, em Porto Alegre, contra a Universidad Católica, adversário direto na briga pela vaga nas oitavas de final na principal competição sul-americana.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade