1 evento ao vivo

Santos

Regra faz Santos se preocupar com logística na Libertadores

Ivan Storti/Santos F.C.
26 fev 2018
06h02
atualizado às 09h19
  • separator
  • comentários

O Santos está preocupado com a logística para enfrentar o Real Garcilaso nesta quinta-feira, às 19h15 (de Brasília), em Cuzco, no Peru, pela estreia na Libertadores. O Peixe teme pelos efeitos da altitude de 3.400 metros após uma regra imposta pela Conmebol.

A confederação agora exige que as equipes cheguem no local do jogo com antecedência de pelo menos um dia. A ideia do alvinegro era voar até Cuzco horas antes da bola rolar, como foi feito no empate de 1 a 1 com o The Strongest, em La Paz, na edição de 2017.

O departamento médico santista entende que os efeitos da altitude começam a ser sentidos a partir de seis horas. Chegar em Cuzco "em cima da hora", então, seria a solução. Com a regra da Conmebol, porém, o Peixe chegará na quarta-feira e tem a chance de sofrer mais do que o esperado.

Diante do The Strongest, o Santos, no geral, aguentou bem. A exceção foi Ricardo Oliveira, que, mesmo com a estratégia de pousar na data da partida, passou mal já no aquecimento, mas conseguiu atuar.

"Dificulta muito (a regra da Conmebol). Isso é muito ruim para quem enfrentará a altitude porque, realmente, o efeito é maior (com a antecedência na chegada). Lamentamos, mas temos que nos adaptar. Isso está acima de todos nós. Vamos sofrer mais, mas espero que não seja suficiente para não atrapalhar nosso objetivo, que é a vitória na estreia", disse o técnico Jair Ventura.

Depois de vencer o Santo André por 2 a 0 neste domingo, na Vila Belmiro, o Santos treinará na tarde de segunda-feira e viajará para o Peru na terça.

 

Veja também:

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade