0

Red Bull Bragantino 'supera' Atlético-MG e acerta com atacante do Boca Juniors

Promessa venezuelana, Jan Hurtado chega ao time de Bragança Paulista por empréstimo

10 ago 2020
11h38
atualizado às 11h38
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Red Bull Bragantino ganhou a queda de braço com o Atlético-MG e acertou a contratação da promessa venezuelana Jan Hurtado, de 20 anos, que estava jogando no Boca Juniors, da Argentina. O novo reforço tem o apelido "La Bestia", que signfica "a fera" em português. Com 1,81m de altura, ele é forte e muito rápido.

Os valores do negócio não foram revelados, mas a multa rescisória do jovem atacante estava estipulada em US$ 10 milhões (perto de R$ 55 milhões). A discussão inicial era sobre o valor do empréstimo, que teria depois o preço estipulado para aquisição.

Promessa venezuelana, Jan Hurtado chega ao time de Bragança Paulista por empréstimo 
Promessa venezuelana, Jan Hurtado chega ao time de Bragança Paulista por empréstimo
Foto: Divulgação/Boca Juniors / Estadão

O Atlético-MG apostava em Hurtado, porque o técnico Jorge Sampoli pediu um reforço após afastar Di Santo e Ricardo Oliveira. Outros nomes estavam em pauta pelo clube mineiro, como Adolfo Gaich, do San Lorenzo, e Ramon Ábila, experiente atacante do Boca Juniors, de 31 anos.

O time de Bragança Paulista deve apresentar o seu mais novo camisa 9 ainda nesta semana. Segue, desta forma, a filosofia em investir em jovens como fez já com o goleiro Cleiton e o atacante Alerrandro, ambos do Atlético Mineiro e com passagens pela seleção brasileira de base.

Jan Hurtado nasceu em El Cantón, na Venezuela. Começou a carreira no Deportivo Táchira, da cidade de Sam Cristóbal, onde atuou 26 vezes e marcou 8 gols na temporada 2017.

Depois passou pelo argentino Gimnasia y Esgrima La Plata, em 2018, com 27 jogos e seis gols, e pelo Boca Juniors, onde chegou em 2019, com 18 jogos e dois gols.

Na seleção da Venezuela, Jan Hurtado atua desde o sub-17, passando pelo sub-20, sub-23 e o time principal. São 31 jogos com 7 gols, com apenas três partidas na equipe nacional principal e com nenhum tento assinalado desde a estreia em março de 2019.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade