2 eventos ao vivo

Red Bull Bragantino desafia Atlético-MG para acabar com jejum e iniciar reação

No Z-4, time de Maurício Barbieri amarga cinco jogos seguidos sem vencer

13 set 2020
12h54
atualizado às 12h54
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A sequência de cinco jogos sem vitória colocou o Red Bull Bragantino na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Para sair dessa situação incômoda, o time tem uma missão complicada neste domingo, quando enfrenta o Atlético-MG, às 18 horas, no Mineirão, pela décima rodada.

O técnico Maurício Barbieri esteve muito perto de comemorar a sua primeira vitória na última quarta-feira, mas o time acabou perdendo dois pênaltis e ficou no empate com o São Paulo, por 1 a 1, no Morumbi. A boa atuação, porém, agradou.

Red Bull Bragantino desafia Atlético-MG para acabar com jejum e iniciar reação.
Red Bull Bragantino desafia Atlético-MG para acabar com jejum e iniciar reação.
Foto: Reprodução/Twitter / Estadão

"A equipe está em um momento de amadurecimento, e os resultados vão chegar. A equipe está crescendo emocionalmente", comentou o treinador, que havia estreado na derrota para o Palmeiras, por 2 a 1, no último domingo. Internamente, ele cobrou muito os jogadores nos vestiários do Morumbi, afinal com pênaltis perdidos por Claudinho e Artur, o time, em tese, deixou de somar dois pontos.

A principal dúvida de Maurício Barbieri é no gol. As constantes falhas de Cleiton - foram cinco erros só no Brasileirão - fizeram a torcida perder a paciência. Por isso, não seria surpresa se o experiente Júlio César voltasse a ser titular, como aconteceu ano passado na conquista do título da Série B.

"O Cleiton é um goleiro de um potencial enorme. Confio muito nele. Os erros vão acontecer, como acontece com todos os jogadores. A gente só vai consertar as coisas com trabalho. Temos excelentes goleiros e vamos avaliar aos poucos. Mas reforço que o Cleiton é um excelente goleiro", disse Barbieri.

Duas mudanças estão certas. Morato retorna no ataque após cumprir suspensão no lugar de Bruno Tubarão. No meio-campo, Matheus Jesus foi liberado para acompanhar o nascimento da filha. Como essa saída envolve o contato com outras pessoas, por conta do protocolo de segurança contra o covid-19, ele não será relacionado para o jogo. Em seu lugar vai entrar Raul que já participou do segundo tempo do jogo no Morumbi, inclusive, marcou o gol.

O técnico ainda segue sem poder contar com o meia Vitinho, além dos atacantes Wesley e Thonny Anderson que estão lesionados.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade