5 eventos ao vivo

Presidente do Guarani diz que pretende manter o técnico Umberto Louzer em 2019

Com 50 pontos em nono lugar, o Guarani vai enfrentar o Paysandu, neste sábado, às 21 horas, no estádio Brinco de Ouro da Princesa

8 nov 2018
21h43
  • separator
  • comentários

Com o Guarani praticamente fora da briga pelo acesso no Campeonato Brasileiro da Série B a três rodadas do seu final, o presidente do Guarani, Palmeron Mendes Filho, começa a pensar no futuro do clube. Ele garantiu nesta quinta-feira que, se depender dele, vai continuar com o técnico Umberto Louzer para 2019. O seu contrato vai até maio, ou seja, o final do Campeonato Paulista.

"O Palmeron Mendes Filho gostaria (da permanência do Umberto). O Umberto serviu muito ao Guarani como auxiliar e vem desenvolvendo um grande trabalho em 2018. Se depender exclusivamente de mim, o Umberto é o treinador do Guarani durante todo 2019. Também entendemos que tomou algumas ações equivocadas, mas é normal no futebol. O Umberto tem o perfil e se encaixa no perfil financeiro do clube", disse o dirigente.

Umberto Louzer, técnico do Guarani.
Umberto Louzer, técnico do Guarani.
Foto: Divulgação/Site Oficial Guarani / Estadão Conteúdo

Sobre a campanha do time, Palmeron lamentou muito as saídas do goleiro Bruno Brígido, que se transferiu ao futebol português, e do meia Bruno Nazário, que acertou com o Atlético-PR. E citou também a perda do experiente atacante Anselmo Ramon por lesão - passou por uma cirurgia no ligamento cruzado do joelho direito. "Se a gente tivesse esse dois e não houvesse a contusão do Ramon, o Guarani teria pelo menos mais 10 pontos e estaria com certeza no G4", concluiu.

Com 50 pontos em nono lugar, o Guarani vai enfrentar o Paysandu, neste sábado, às 21 horas, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP), no fechamento da 36.ª rodada. O zagueiro Fabrício recebeu o terceiro cartão amarelo e será baixa. O seu substituto vai ser Ferreira. No mais, não são esperadas mudanças em relação ao time que empatou sem gols contra o Figueirense, na última terça-feira, em Florianópolis.

Estadão Conteúdo

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade