0

Ponte perde do Brasil de Pelotas e soma 8º jogo seguido sem vitória

Jogando em casa, equipe de Campinas tropeça mais uma vez e estaciona na 11ª colocação

26 set 2018
00h17
atualizado às 00h17
  • separator
  • comentários

A Ponte Preta viu ampliar nesta terça-feira a sua sequência de resultados irregulares na Série B do Campeonato Brasileiro. Jogando em casa, no estádio Moisés Lucarelli, o time de Campinas perdeu para o Brasil de Pelotas por 1 a 0, pela 29ª rodada, e alcançou o oitavo jogo seguido sem vitória na competição.

Com isso, a Ponte acabou estacionando na 11ª posição, com 37 pontos, se afastando ainda mais da briga pelo acesso à primeira divisão. Quarto colocado, o Avaí soma 45. Já o Brasil deu mais um passo para confirmar a permanência na divisão. A equipe gaúcha acabou o dia em 15º, com 34 pontos. Na zona de rebaixamento, o primeiro time é o Juventude, com 31.

Em um primeiro tempo pouco produtivo, levou a melhor aquele que foi mais eficiente. Por estar jogando em casa, a Ponte tomou a iniciativa, mas só chegou com perigo aos 34 minutos. Danilo Barcelos cruzou, Roberto subiu sozinho e cabeceou para a boa defesa de Marcelo Pitol.

Bem postado na defesa, o Brasil esperou encaixar um único contra-ataque para abrir o placar. Aos 37 minutos, Diego Miranda avançou em velocidade e acionou Welinton Júnior pela direita. O atacante entrou na área e tocou por cima na saída de Ivan para colocar o time gaúcho na frente.

A Ponte voltou melhor para o segundo tempo e resolveu se arriscar mais. Logo aos três minutos, Roberto deixou com Hyuri, que tocou para Matheus Vergas. O meia chutou na entrada da área, mas pegou forte na bola e jogou por cima, assim como Danilo Barcelos. Em lance perigoso dentro da área, o lateral recebeu de João Vitor e isolou.

Em vantagem, o time gaúcho fechou a casinha e anulou os pontos fortes pontepretanos. O time campineiro encontrou certa dificuldade para furar o bloqueio, mas quando conseguiu perdeu uma chance incrível de empatar. Aos 36 minutos, Bruno Collaço foi afastar e jogou contra a própria área. Victor Rangel ficou com a bola na saída de Pitol, porém, chutou por cima.

O mandante esboçou uma pressão nos minutos finais, mas parou no paredão formado pelo Brasil-RS. A última chance foi com Matheus Vargas. O atacante arriscou de longe e mandou rente à trave. Nos acréscimos, houve uma preocupação com André Luís. Ele sofreu uma pancada na cabeça e caiu desacordado, deixando o campo, mas, segundo os médicos, passava bem.

Na próxima rodada, o Brasil de Pelotas volta a campo apenas no dia 5 de outubro (sexta-feira), às 20h30, diante do líder Fortaleza, no estádio Bento Freitas, em Pelotas (RS). No dia 6 (sábado), às 18h30, a Ponte Preta recebe o CRB no Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

FICHA TÉCNICA:

PONTE PRETA 0 x 1 BRASIL DE PELOTAS

PONTE PRETA - Ivan; Igor Vinícius, Renan Fonseca, Reginaldo e Danilo Barcelos (Orinho); João Vitor (Tiago Real), Nathan e Matheus Vargas; André Luís, Roberto (Victor Rangel) e Hyuri. Técnico: Marcelo Chamusca.

BRASIL-RS - Marcelo Pitol; Éder Sciola, Leandro Camilo, Heverton e Alex Ruan; Leandro Leite, Itaqui, Diego Miranda (Toty), Rafael Gava (Bruno Collaço) e Welinton Júnior (Léo Bahia); Michel. Técnico: Rogério Zimmermann.

GOL - Welinton Júnior, aos 37 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Danilo Barcelos (Ponte Preta); Alex Ruan, Bruno Collaço e Heverton (Brasil-RS).

ÁRBITRO - Felipe Duarte Varejão (ES).

RENDA - R$ 31.975,00.

PÚBLICO - 2.232 pagantes.

LOCAL - Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade