PUBLICIDADE

Pela Série B, Vila Nova e Ponte Preta ficam no zero em Goiânia

Tropeço em casa estaciona o Tigre no meio da tabela; ponto somado pouco ajuda e mantém o clube de Campinas no Z4

3 jul 2021 23h26
| atualizado às 23h26
ver comentários
Publicidade

Em confronto válido pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, somente a vitória interessava a Vila Nova e Ponte Preta, que entraram em campo na noite deste sábado, no estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, o OBA, em Goiânia. Porém, mesmo insistindo durante os 90 minutos, ambos os times acabaram não conseguindo movimentar o placar ficando no 0 a 0.

Em jogo morno, duelo na capital goiana acabou terminando sem gols (Foto: Douglas Monteiro/Vila Nova)
Em jogo morno, duelo na capital goiana acabou terminando sem gols (Foto: Douglas Monteiro/Vila Nova)
Foto: Lance!

Com o resultado, o Tigre chegou aos 10 pontos, mantendo-se na 12ª colocação. Já a Macaca, que luta para deixar o Z4, chegou aos 7 pontos, pulando para a 18ª posição.

PRESSÃO DO VILA NO INÍCIO

Jogando sob seus domínios, a equipe do Vila Nova tratou de colocar pressão sobre a Ponte Preta desde os primeiros movimentos. Entretanto, mesmo diminuindo o espaço do rival que tinha dificuldades até para sair jogando, a única boa chance foi aos 4 minutos, quando Cássio Gabriel, da entrada da área, deu trabalho ao goleiro Ygor Vinhas.

Aos poucos, o time de Campinas foi tentando equilibrar as ações em campo. Porém mesmo tentando encaixar contra-ataques, além de alguns lançamentos visando Richard e companhia, conseguiu apenas assustar uma única vez no cruzamento de Moisés, arriscando um cruzamento, passando por todos na área, tocando por último em Willian Formiga que quase marcou contra.

PONTE TENTA NA RETA FINAL DA ETAPA

Com o relógio caminhando para o fim do primeiro tempo, o time comandado por Gilson Kleina parecia não estar disposto a ir para os vestiários com o placar parcial sem gols. Sendo assim, chegou a surpreender Georgemy em um chute do meio-campo com Rodrigão e, logo em seguida, depois de uma bonita jogada individual de Moisés, o atacante acabou mandando para fora mantendo o confronto zerado.

PONTE ATACA...

Iniciando o segundo tempo, Gilson Kleina optou por uma troca em sua equipe tirando Camilo para dar lugar a Thalles. Aumentando seu poder ofensivo ao colocar um meia, os visitantes foram pra cima na expectativa de sair na frente, porém Dhawan, em uma ótima oportunidade, acabou desperdiçando a chance.

...VILA RESPONDE

Por outro lado, a equipe de Higo Magalhães não deixou barato e também tratou de oferecer perigo ao rival. Aos 12, respondeu com uma cabeçada de Alesson após cruzamento de Danilo, mas a bola foi para fora para desespero do camisa 11.

EQUIPES FAZEM APOSTAS NA RETA FINAL

Recuando para seus suplentes nos últimos momentos, a tensão tomava conta dos atletas e dos treinadores no OBA. Porém, mesmo apostando em caras novas em campo, poucas foram as finalizações contra as metas defendidas por Georgemy e Ygor Vinhas, respectivamente, dando a deixa para a arbitragem encerrar o jogo com o placar zerado.

FICHA TÉCNICA

VILA NOVA x PONTE PRETA - 9ª RODADA DO BRASILEIRÃO SÉRIE B

Estádio: Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia (GO)

Data: 3 de julho de 2021, às 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Luiz Augusto Silveira Tisne (CBF-SC)

Assistentes: Kleber Lucio Gil (FIFA-SC) e Henrique Neu Ribeiro (CBF-SC)

Cartões amarelos: Deivid, Arthur Rezende e Pedro Júnior (VNO) / André Luiz, Ygor Vinhas, Thalles e Cleyton (PON)

Cartões vermelhos: -

VILA NOVA (Técnico: Higo Magalhães)

Georgemy; Danilo Belão, Renato, Rafael Donato e Willian Formiga; Deivid (Johnatan Cardoso, aos 19'/2ºT, Dudu, Arthur Rezende (João Pedro, aos 45'/2ºT) e Cássio Gabriel (Renan Mota, aos 19'/2ºT); Alesson e Kelvin (Pedro Júnior, aos 36'/2ºT).

PONTE PRETA (Técnico: Gilson Kleina)

Ygor Vinhas; Kevi, Ednei, Cleyton e Felipe Albuquerque; Dawhan, André Luiz e Camilo (Thalles, no intervalo); Moisés (Fessin, aos 36'/2ºT), Rodrigão (Josiel, aos 23'/2ºT) e Richard (Ruan Renato, aos 43'/2ºT).

Lance!
Publicidade
Publicidade