PUBLICIDADE

Palmeiras x Athletico-PR opõe Abel Ferreira e Felipão pela primeira vez

Time alviverde revê após três anos o veterano treinador e quer disparar na ponta do Brasileirão em duelo deste sábado, no Allianz Parque

2 jul 2022 - 05h10
(atualizado às 05h10)
Ver comentários

O duelo entre Palmeiras e Athletico-PR seria relevante por si só por reunir o líder do Brasileirão e o terceiro colocado. Mas a presença do técnico Luiz Felipe Scolari no banco do time paranaense acrescenta mais um elemento ao jogo deste sábado, marcado para as 21h, no Allianz Parque e válido pela 15ª rodada. Será o primeiro confronto entre Abel Ferreira e Felipão, velhos conhecidos e apontados como dois dos principais treinadores da história palmeirense.

Depois que foi demitido do Palmeiras no fim de 2019, quando encerrou sua terceira passagem pelo clube paulista, Felipão ainda não reencontrou a equipe alviverde com a qual foi multicampeão. O último troféu que ele ergueu foi o do Brasileirão de 2018.

A última vez que o treinador encontrou o Palmeiras como adversário já faz tempo. Foi em 2014. Na ocasião, o Grêmio de Felipão foi derrotado por 2 a 1 para o time treinado por Dorival Júnior, hoje no Flamengo.

Depois que foi dispensado do Palmeiras há três anos, o técnico passou por Cruzeiro e Grêmio antes de chegar ao Athletico-PR. Tanto no time mineiro quanto no gaúcho não chegou a enfrentar o Palmeiras. O primeiro disputada - e ainda disputa - a Série B, e no segundo o treinador teve curta passagem. Deixou o comando antes de a equipe ser rebaixada.

No ano passado, Felipão se encontrou com os jogadores e Abel Ferreira em Caxias do Sul, onde o Palmeiras enfrentou o Juventude. Os técnicos são velhos conhecidos. Scolari convocou o então lateral para a seleção portuguesa em 2008. Ambos estão na história como dois dos principais treinadores do Palmeiras.

Grande fase

No Allianz Parque lotado - expectativa é de receber mais de 35 mil torcedores - o Palmeiras revê Felipão em grande fase. Lidera o Brasileirão com 29 pontos, três de vantagem para o Corinthians e cinco do Athletico-PR, e está invicto no torneio há 13 partidas. Neste ano perdeu apenas quatro partidas. Como fez 3 a 0 no Cerro Porteño no Paraguai, é provável que o time jogue com força máximo neste sábado. Jorge, isolado com covid-19, é desfalque, e Jailson é o único atleta no departamento médico.

"A gente sabe que o Brasileiro é muito competitivo e tem muitos times querendo subir na tabela. O Athletico é uma equipe bem montada e treinada por um grande treinador, com certeza será um jogo difícil", disse Rony. O camisa 10 igualou Zico e Pelé em número de gols na Libertadores.

Já o Athletico-PR jogará com uma escalação mista. Felipão avalia que é oportuno rodar o elenco em razão da sequência desgastante de jogos. Na terça, a equipe joga no Paraguai contra o Libertad por um empate. O comandante avisou que vai fazer algumas modificações e "colocar cinco ou seis jogadores mais frescos, mesmo sendo contra um time fantástico".

PALMEIRAS X ATHLETICO-PR

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Gómez, Murilo e Piquerez; Zé Rafael, Danilo e Raphael Veiga; Gabriel Veron, Dudu e Rony. Técnico: Abel Ferreira.

ATHLETICO-PR: Bento; Orejuela, Pedro Henrique, Nicolás Hernández e Pedrinho; Hugo Moura, Erick e Vitor Bueno; Canobbio, Rômulo e Cuello. Técnico: Felipão.

Juiz: Braulio da Silva Machado (Fifa/SC)

Horário: 21h

Local: Allianz Parque

TV: SporTV

Estadão
Publicidade
Publicidade