0

Palmeiras se posiciona sobre casos de intolerância no Allianz Parque

3 dez 2019
13h55
atualizado em 5/12/2019 às 10h06
  • separator
  • 0
  • comentários

O Palmeiras publicou uma nota oficial nesta terça-feira em repúdio aos atos de intolerância que ocorreram no Allianz Parque no último domingo. Durante a derrota para o Flamengo, um torcedor de 67 anos foi coagido por estar lendo um livro durante a partida em protesto ao momento da equipe.

Outro caso que tem circulado nas redes sociais ocorreu com dois homens que estavam sentados assistindo a partida. Eles foram intimidados por torcedores por não estarem vestindo camisas nas cores do Palmeiras. Após diversas ameaças, acabaram se retirando da arquibancada.

Em nota, o Palmeiras se posicionou contrário às atitudes dos agressores: "Estádio de futebol é, essencialmente, um espaço democrático, um lugar onde todos deveriam ser bem-vindos independentemente da camisa que vestem ou da forma como torcem e se expressam. A Sociedade Esportiva Palmeiras não compactua e não aceita quaisquer atos de intimidação, intolerância e discriminação em nossa casa".

"Os episódios do último domingo (02), em que espectadores foram coagidos a deixar o Allianz Parque por não seguirem um padrão de comportamento imposto de maneira autoritária, não refletem a história agregadora da nossa instituição", completou o clube.

O Palmeiras ainda reiterou que vai tentar identificar estes torcedores para que, se forem associados, sejam excluídos do programa. "O respeito ao próximo é o mínimo que se espera em qualquer ambiente, ainda mais em uma praça esportiva".

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade