0

Oeste bate Operário, respira e impede rival de entrar no G4 da Série B

Thiaguinho, duas vezes, e Caetano marcaram os gols da vitória por 3 a 0 em Barueri

13 set 2019
23h26
  • separator
  • 0
  • comentários

O Oeste freou o ímpeto do Operário de entrar no G4 (zona de acesso à elite) da Série B do Campeonato Brasileiro na noite desta sexta-feira ao bater o rival por 3 a 0, na Arena Barueri, pela 22ª rodada da competição. De quebra, o time paulista se distanciou da zona de rebaixamento.

Com o resultado, o Oeste acabou subindo para a 13.ª colocação, com 26 pontos, abrindo três da área de risco da tabela, hoje encabeçada pelo Criciúma, o 17º. Na rodada passada a equipe já tinha vencido o Guarani, por 3 a 2, em Campinas. O Operário segue com 32 pontos, mas viu cair uma invencibilidade de cinco jogos. O Coritiba, em quarto, tem 34.

Thiaguinho marcou dois gols na vitória do Oeste sobre o Operário
Thiaguinho marcou dois gols na vitória do Oeste sobre o Operário
Foto: Reprodição/Twitter/Oeste / Estadão

Em grande fase na Série B, o Operário tomou a iniciativa mesmo atuando como visitante, mas só teve uma chance de abrir o placar. Em cruzamento de Allan Vieira, Schumacher mandou para fora. A resposta do Oeste foi imediata. Aos 23 minutos, Thiaguinho disputou com Marcelo, pegou a sobra e chutou para o fundo das redes.

Em vantagem, o clube paulista se fechou na defesa e começou a apostar nas jogadas de contra-ataque, bem evitadas pelo Operário. O time de Ponta Grossa ficou com a bola e esboçou uma pressão. Felipe Augusto e Maílson tentaram ameaçar, mas o sistema defensivo do Oeste levou a melhor.

O Operário se abriu no segundo tempo e quase marcou o gol de empate aos sete minutos. Cleyton fez boa jogada pela direita e rolou para Felipe Augusto, que parou no goleiro Luis Carlos. Já o Oeste continuou tendo bom aproveitamento no setor ofensivo. Aos 16 minutos, Elvis cobrou falta na cabeça do zagueiro Cléber Reis. Rodrigo Viana espalmou e Caetano só completou.

O gol abalou o time paranaense, que levou o terceiro gol dois minutos depois. Em rápida jogada de contra-ataque, Elvis deixou a bola com Mazinho, que acionou Thiaguinho. Ele disparou pela esquerda, passou como quis por dois marcadores e chutou. A bola bateu na trave antes de parar no fundo das redes.

O time paulista ainda chegou a perder Lídio, expulso. O jogador ficou dois minutos em campo. Ele entrou no lugar de Thiaguinho, fez dura falta de Marcelo e recebeu o vermelho. Com dez em campo, o Oeste se fechou, segurou a pressão do rival e confirmou a importante vitória.

Na próxima rodada, o Operário enfrenta a Ponte Preta na segunda-feira, às 20h, no estádio Germano Krügger, em Ponta Grossa (PR). Já o Oeste joga no dia 21 de setembro (sábado), às 19h, na Arena Pantanal, em Cuiabá (MT).

FICHA TÉCNICA

OESTE 3 X 0 OPERÁRIO

OESTE - Luis Carlos; Cicinho, Cléber Reis, Caetano e Alyson; Thiaguinho (Lídio), Matheus Jussa e Mazinho; Elvis, Bruno Lopes (Cesinha) e Fábio. Técnico: Renan Freitas.

OPERÁRIO - Rodrigo Viana; Maílton, Alisson, Rodrigo e Allan Vieira; Jardel (Cássio Ortega), Índio (Rafael Chorão), Marcelo e Cleyton; Felipe Augusto e Schumacher (Felipe Alves). Técnico: Gerson Gusmão.

GOLS - Thiaguinho, aos 23 minutos do primeiro tempo; Caetano, aos 16, e Thiaguinho, aos 18 do segundo.

ÁRBITRO - Wanderson Alves de Sousa (MG).

CARTÕES AMARELOS - Cicinho, Cléber Reis, Caetano, Thiaguinho e Bruno Lopes; Felipe Augusto.

CARTÃO VERMELHO - Lídio.

RENDA - R$ 15.380,00.

PÚBLICO - 995 pagantes.

LOCAL - Arena Barueri, em Barueri (SP).

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade