2 eventos ao vivo

Odair promove Zeca ao time titular e tenta quebrar jejum de gols no Inter

16 mai 2018
16h22
  • separator
  • comentários

Ao que parece, o treinador Odair Hellmann conseguiu corrigir os problemas defensivos do Internacional. Sem ter sofrido gols do rival Grêmio no clássico do último sábado, a equipe ocupa agora o posto de segunda melhor defesa do Campeonato Brasileiro, atrás apenas do Cruzeiro.

Após ter utilizado Zeca no meio-campo durante o Grenal, Odair promoveu, no treino da última terça-feira, outra mudança visando melhorar ainda mais o sistema defensivo. O técnico promoveu o reforço vindo do Santos novamente à equipe titular, mas desta vez na sua posição de origem: na lateral-direita, na vaga de Fabiano.

A tendência é que a mudança seja mantida para o próximo jogo do Colorado, na próxima segunda-feira, contra a Chapecoense, no Beira-Rio. Com isso, a equipe deve ir a campo com Danilo Fernandes; Zeca, Moledo, Cuesta e Iago; Dourado, Edenilson, D'Alessandro, Potkker e Patrick; Leandro Damião.

Com a zaga arrumada, o próximo desafio do técnico é melhorar o sistema ofensivo, uma vez que o Inter não marca há cinco jogos. Rodrigo Dourado, que foi o capitão do time na partida contra o Grêmio, mostrou-se otimista a respeito da quebra do incômodo jejum.

"Jogamos juntos há algum tempo. Isso ajuda o entrosamento. O Moledo entrou muito bem no time. O Cuesta está desde o ano passado, o Iago entrou neste ano e está bem, assim como o Fabiano e o Zeca, que são jogadores de qualidade. Estamos bem (na defesa). Na parte da frente às vezes falta algo, um detalhe para fazermos o gol, mas segunda sairá este gol", disse.

Caso haja um vencedor na manhã de domingo, no jogo entre Vitória e Ceará, ou o Bahia empate ou vença o Palmeiras, na arena alviverde, o Internacional entrará na zona de rebaixamento antes mesmo jogar. Ainda que o campeonato esteja no início, o assunto Z4 é muito delicado no clube gaúcho, uma vez que a equipe vem de um rebaixamento em 2016. Para Dourado, contudo, os jogadores não devem pensar nisso no momento.

"O que importa é o fim da rodada, do Campeonato Brasileiro. Começamos 2016 bem, fomos líderes, mas acabou como acabou. Temos de nos focar contra a Chapecoense. É na nossa casa. Precisamos voltar a vencer e, para isto, precisamos contar com o apoio da nossa torcida", completou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade