4 eventos ao vivo

O duelo do 1º turno: Jorge Jesus x Jorge Sampaoli na 'decisão' entre Flamengo e Santos

Técnicos preparam suas respectivas equipes para o jogo entre o líder e o segundo colocado do Brasileirão, sábado, no Maracanã

11 set 2019
11h10
atualizado em 13/9/2019 às 17h42
  • separator
  • 0
  • comentários

O jogo entre Flamengo e Santos decidirá o primeiro colocado da turno inicial do Campeonato Brasileiro. É uma conquista simbólica, mas que tem seu peso na tradição do futebol. Na maioria das vezes, quem vira na frente segue na frente e fica com a taça. O Estado apresenta as armas das equipes para esse confronto, e destaca seus treinadores. De um lado, o técnico português Jorge Jesus conta com quase todos os titulares à disposição de um elenco de encher os olhos. Do outro, o argentino Jorge Sampaoli faz mistério. Mas ele conta com a devoção de um grupo que entendeu sua proposta ofensiva de jogar mesmo tendo um elenco bem mais modesto do que o rival do Rio.

A equipe carioca lidera a competição, com 39 pontos, dois a mais do que o time alvinegro. O duelo será realizado neste sábado, às 17h, no Maracanã, pela 19ª rodada. Os ingressos estão esgotados, tanto para os mandantes quanto para os visitantes. Flamengo x Santos é o confronto esperado do primeiro turno. Jesus x Sampaoli é o duelo que todos querem ver nesse momento. São os dois treinadores mais reverenciados do Brasileirão 2019. E ambos previlegiam o futebol ofensivo.

Ataque

Flamengo

O segredo do ataque rubro-negro, o melhor disparado do Brasileirão com 41 gols, está no entrosamento da dupla Gabriel e Bruno Henrique. O bom entendimento vem desde os tempos do Santos, onde eles se destacaram ano passado. Um encontra o outro no campo sem precisar olhar. Eles também abrem espaço para os homens de meio chegarem na área. Bruno Henrique ganhou ainda mais confiança após ser convocado por Tite. Gabigol é o artilheiro da competição nacional com 15 gols. Bruno Henrique tem 8.

Santos

Após diversas mudanças, Sampaoli passou a apostar em Eduardo Sasha como centroavante, atuando mais fixo na área. A incógnita fica em relação aos jogadores que atuarão pelos lados do campo. São três opções para duas vagas apenas: Derlis González, Soteldo e Marinho. Independentemente da escolha do treinador, quem entrar terá como principal função forçar o jogo no ataque e evitar os avanços de Rafinha e Filipe Luis, os laterais do Flamengo que vieram da Europa. O pequeno Soteldo tem sido ponto de referência do time. Driblador, ele fura defesas sem medo. O time da Vila tem feito boas apresentações neste Brasileirão, mas tem sofrido também algumas goleadas retumbantes. Perdeu por 4 a 0 para o Palmeiras, por exemplo, num dia em que não deu nada certo. A seu favor, o fato de nunca desistir do ataque.

?Meio de campo

Flamengo

Talvez seja o setor de maior desequilíbrio no líder do Brasileirão. A saída de Cuéllar forçou mudanças. Gerson tem sido o curinga de Jesus, atuando como segundo volante e sendo o responsável por iniciar os ataques. O garoto tem uma visão boa de jogo e é muito habilidoso. Outra arma é o talento de Arrascaeta, que tem se movimentando bastante no setor. Ele arma boas jogadas e demonstra excelente entendimento com Gabriel e Bruno Henrique.

Santos

Sem Pituca, suspenso, Sampaoli terá de modificar o setor. Carlos Sánchez pode atuar mais recuado, o que deve tirar um pouco o poder ofensivo da equipe. Alison é opção para reforçar a marcação. Tudo também dependerá do esquema tático que o treinador vai colocar em campo. A tendência é que o argentino opte por escalar a equipe no 3-5-2. Assim, os laterais viram alas e ajudam a preencher espaços na frente e na criação das jogadas. Os marcadores também são bons passadores.

Defesa

Flamengo

A defesa se tornou um ponto forte do rubro-negro. Antes criticado, o setor recebeu três reforços na janela da Copa América com experiência na Europa. Rafinha, Pablo Marí e Filipe Luis se encaixaram perfeitamente com Rodrigo Caio, que já estava lá. Diego Alves também cresceu bastante debaixo do gol. A equipe não foi vazada nos últimos três jogos do Brasileirão. Além dos alas ofensivos e de muita qualidade, o zagueiro espanhol Pablo Marí tem dominado o setor. Ele marca bem e faz boas antecipações. Tem ajudado até em gols. Rafinha pede cautela neste duelo.

Santos

Diferentemente do Flamengo, a defesa tem sido um problema para o Santos pelas constantes mudanças no esquema tático. A formação com três zagueiros (Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Aguilar) não deixa o time seguro e ainda atrapalha na saída de bola, que normalmente começa com um dos defensores. Se Victor Ferraz retornar de lesão, ele pode ser um reforço importante para estabilizar o setor. O forte da defesa santista são os volantes, que marcam bem e não se cansam de correr atrás dos rivais. Eles terão muito trabalho no Maracanã.

Um embalado, outro desconfiado

Flamengo

O time de Jesus avançou à semifinal da Libertadores da América e venceu os últimos cinco jogos do Brasileirão. Nesta sequência positiva, destaque para a goleada por 4 a 1 no clássico com o Vasco, de Luxemburgo, e o triunfo por 3 a 0 sobre o Palmeiras, que custou a demissão do técnico Felipão. A última derrota da equipe no campeonato foi na 13ª rodada, dia 4 de agosto, por 3 a 0 frente ao Bahia.

Santos

Tropeçou nos últimos jogos e teve a liderança tomada pelo Flamengo. Em casa, empatou com o Fortaleza após abrir 3 a 0 no placar e depois ficou no 1 a 1 com os reservas do Athletico-PR. A equipe vive um momento de oscilação. O Santos é um bom time, mas carrega muita desconfiança sobre sua regularidade até o fim da competição. Depois desta última rodada do turno, terá de responder em campo se conseguirá fôlego para as próximas 19 rodadas em alta nível.

Maracanã

Os ingressos para o jogo de sábado, que passou das 11h para as 17h, estão esgotados desde a manhã de terça-feira. Foram vendidos 61.120 bilhetes entre o público geral e parceiros comerciais. Empolgada com a boa fase da equipe, a torcida do Flamengo tem feito a diferença e vive uma comunhão com o time. O Santos iniciou a vender os ingressos nesta quarta-feira, e as entradas também foram esgotadas. O jogo será transmitido pelo Premiere.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade