PUBLICIDADE

No fundo do poço, São Paulo busca primeira vitória para reagir no Brasileirão

Equipe tricolor tem apenas três pontos em seis jogos; Luan, Igor Vinícius e Reinaldo retornam ao time

26 jun 2021 23h24
| atualizado às 23h24
ver comentários
Publicidade

São apenas três pontos conquistados em 18 possíveis no Brasileirão, nenhuma vitória em seis partidas, aproveitamento de time que luta para não cair e ainda a necessidade de recuperar a confiança de um grupo que perdeu a mão após a conquista do título paulista. A missão do São Paulo é reverter esse quadro no confronto deste domingo, diante do Ceará, às 20h30, na Arena Castelão.

Ciente da tensão que ronda o Morumbi, o técnico argentino Hernán Crespo simplificou a fórmula para sair da fase atual. "A gente sabe que não merece essa posição, mas estamos nela. Temos que trabalhar para melhorar essa situação", comentou o treinador argentino.

Com apenas três pontos, o São Paulo é o 17º colocado, à frente apenas de Chapecoense, América-MG e Grêmio. Para piorar, Crespo apresentou sintomas gripais, semelhantes aos da covid-19, e não viajou com o grupo a Fortaleza para cumprir o protocolo sanitário do clube.

Será a segunda viagem para fora do Estado na competição nacional que o time não terá Crespo com a delegação. O treinador passou pelo mesmo processo antes do embate com o Atlético-GO, dia 4 de junho. Na oportunidade, ficou de isolamento por dois dias até o resultado do teste para a coronavírus dar negativo.

O desafio aumenta em grau de dificuldade se for levado em conta o desempenho da equipe como visitante. Foram três derrotas em três jogos (Santos 2 x 0, Atlético-MG 1 x 0 e Atlético-GO (2 x 0). Pior: a equipe tomou cinco gols e não conseguiu balançar a rede adversária.

Para o jogo diante dos cearenses, o treinador conta com duas voltas importantes: Igor Vinícius e Reinaldo cumpriram suspensão diante do Cuiabá. O principal reforço, no entanto, deve ser a volta de Luan, recuperado de edema na coxa.

Daniel Alves, que entrou no decorrer do jogo no último confronto diante do Cuiabá por voltar de lesão no joelho direito, também deve iniciar a partida em Fortaleza. Na frente, com Luciano machucado, o ataque deve ser composto por Rigoni e Eder.

Apesar de cumprir uma campanha mediana até aqui, o Ceará tem uma posição mais cômoda se comparado ao adversário paulista. Com duas vitórias, dois empates e duas derrotas, a equipe de Guto Ferreira vem de um resultado importante na última rodada: vitória sobre o Atlético-MG por 2 a 1.

Para o confronto no Castelão, o treinador aposta na intensidade para forçar o erro do adversário e, assim, criar mais chances de gol. A boa notícia fica por conta dos reforços. Dos sete atletas afastados por covid-19, cinco já retomaram as atividades. Assim, o goleiro Richard, o zagueiro Luiz Otávio, o volante Fabinho e os atacantes Rick e Cléber vão estar à disposição do treinador.

FICHA TÉCNICA

CEARÁ X SÃO PAULO

CEARÁ - Vinicius Machado; Gabriel Dias, Messias, Gabriel Lacerda e Bruno Pacheco; Fernando Sobral, Charles, Wendson, Vina e Mendoza; Yoni González. Técnico: Guto Ferreira.

SÃO PAULO - Tiago Volpi; Diego Costa, Bruno Alves e Léo; Daniel Alves, Liziero, Rodrigo Nestor, Benitez e Reinaldo; Rigoni e Eder. Técnico: Hernán Crespo.

ÁRBITRO - Felipe Fernandes de Lima (MG).

HORÁRIO - 20h30.

LOCAL - Arena Castelão, em Fortaleza.

Estadão
Publicidade
Publicidade