2 eventos ao vivo

Naturalizado, brasileiro Junior Moraes é convocado pela seleção da Ucrânia

Atacante do Shakhtar Donetsk e com passagens por Santos e Ponte Preta ganha chance após se destacar no Shakhtar Donetsk

19 mar 2019
12h28
atualizado às 15h10
  • separator
  • comentários

Com passagens por Santos e Ponte Preta, o atacante Junior Moraes foi convocado nesta terça-feira para reforçar a seleção da Ucrânia. Naturalizado recentemente, o jogador de 31 anos foi chamado pela equipe nacional pela primeira vez e será opção para o técnico Andriy Shevchenko para os jogos contra Portugal e Luxemburgo.

Junior Moraes é o terceiro brasileiro a obter a cidadania ucraniana e a defender a seleção do país. Os outros são os meias Edmar Lacerda e Marlos, ex-São Paulo. O segundo disputou até jogos das Eliminatórias da Copa do Mundo da Rússia, para a qual a equipe ucraniana não obteve a vaga.

Assim como Marlos, Moraes defende o Shakhtar Donetsk, time do país que se tornou famoso nos últimos anos por contratar diversos jogadores brasileiros. O atacante foi chamado por Shevchenko um dia depois de receber o seu passaporte ucraniano.

"A Ucrânia é o país que eu e minha família escolhemos para viver nos últimos sete anos. Aqui, nossos filhos cresceram e vão para a escola. Já tivemos a oportunidade de deixar este país várias vezes, mas sempre tomamos a decisão de permanecer, porque somos felizes aqui na Ucrânia", declarou Moraes, artilheiro do Campeonato Ucraniano, com 16 gols em 22 jogos.

O brasileiro poderá fazer sua estreia pela seleção ucraniana na sexta-feira, na partida contra Portugal, de Cristiano Ronaldo, em Lisboa. Outra oportunidade acontecerá três dias depois, contra Luxemburgo, fora de casa. Ambos os jogos são válidos pelo Grupo B das Eliminatórias da Eurocopa.

Estadão
  • separator
  • comentários
publicidade