1 evento ao vivo

'Não viemos preparados para jogar contra o árbitro', diz Jorge Jesus

Clube também publica nota oficial para protestar contra arbitragem de Bráulio da Silva Machado

13 out 2019
21h26
atualizado em 14/10/2019 às 07h56
  • separator
  • 0
  • comentários

O técnico Jorge Jesus não poupou críticas ao árbitro de vídeo neste domingo, ao fim da vitória do Flamengo sobre o Athletico-PR por 2 a 0, na Arena da Baixada, em Curitiba. O treinador do líder do Brasileirão disse que o responsável por anular a penalidade marcada pelo árbitro Bráulio da Silva Machado (SC) deveria ser punido.

"Nós sabíamos que teríamos um jogo difícil pela frente por conta da qualidade do Athletico e por causa das condições do gramado sintético. Seria um jogo completamente diferente. Já viemos preparados para isso. Não viemos preparados para jogar contra duas equipes, contra o árbitro, mas contra o Athletico", disse o treinador, em tom de desabafo.

Ele se referiu ao lance ocorrido no primeiro tempo da partida disputada na Arena da Baixada. Aos 18 minutos, Lucas Silva foi derrubado por Léo Pereira dentro da área e o árbitro assinalou pênalti. No entanto, o juiz Bráulio da Silva Machado voltou atrás depois de conferir o lance no VAR.

Jorge Jesus não evitou críticas ao responsável por sugerir a revisão da jogada ao árbitro do jogo. "Quem toma essas decisões tem que ser penalizado. Não pode tomar uma decisão nem estar no campo para fazer outras asneiras. Não tem capacidade. Nem sei quem foi, mas não pode andar no VAR. Tem que ir para casa, de férias. E para não prejudicar o árbitro, que teve decisão certa, mas foi influenciado pelo VAR. Não pode passar impune", afirmou.

Assim como o treinador, a diretoria do Flamengo reclamou da atuação da arbitragem deste domingo. Em comunicado, o clube atacou declarações de dirigentes de outros clubes, como a que fez José Carlos Peres. Na sexta-feira, o presidente do Santos afirmou que o Flamengo seria campeão caso o título dependesse apenas do VAR.

"O Clube de Regatas do Flamengo lamenta ter que se posicionar a respeito da arbitragem do Campeonato Brasileiro. Acreditamos que reclamações por parte de qualquer diretoria mancham a imagem do campeonato e, por isso, vínhamos adotando como postura de não nos manifestarmos depois de cada jogo, apesar de já termos presenciado várias situações que, ao nosso ver, prejudicaram claramente nossa equipe", informou o clube carioca.

"Não podemos, porém, nos calar após o acontecido na partida de hoje. A coincidência temporal entre a pressão pública feita por diretorias de concorrentes ao título e o ocorrido em campo no jogo contra o Athletico Paranaense nos preocupa muito. A atuação da arbitragem, tanto no campo quanto no VAR, foi desastrosa e muito prejudicial ao Flamengo. Esperamos que episódios como esses não voltem a ocorrer, especialmente no dia 23, quando o árbitro de hoje estará envolvido novamente em uma partida importantíssima. Uma arbitragem isenta e de alto nível: isto é o que o futebol brasileiro deseja e precisa."

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade