0

Perto do São Paulo, Tchê Tchê estava encostado na Ucrânia

31 mar 2019
10h11
atualizado às 11h35
  • separator
  • 0
  • comentários

Em vias de fechar contrato de quatro anos com o São Paulo, o meio-campista Tchê Tchê desembarca no Morumbi após rápida passagem no futebol ucraniano. Velho conhecido de Cuca, o atleta de 26 anos não se destacou no Dínamo de Kiev e retorna ao Brasil tendo jogado apenas 25 minutos em 2019.

Após mais de dois anos vestindo a camisa do Palmeiras, o meia foi vendido ao clube da Ucrânia mas não conseguiu conquistar o seu espaço. O brasileiro até começou bem, sendo escalado como titular nas primeiras rodadas do Campeonato Ucraniano e vencendo a Supercopa da Ucrânia diante do Shakhtar Donetsk.

Após início promissor, o meio-campista sofreu lesão que o tirou de campo por pouco mais de um mês, entre a metade de setembro e o fim de outubro. Tchê Tchê retornou em partida da Liga Europa contra o Rennes, pelas 3ª rodada da fase de grupos, em 25 de outubro, com direito a uma assistência na vitória por 2 a 1 fora de casa.

Visualizar esta foto no Instagram.

⚪️🔵 #ocorreélouco

Uma publicação compartilhada por Danilo Neves 🇧🇷 / 🇺🇦 (@tchetche32) em

Com o destaque, o brasileiro voltou a ter espaço na equipe e ganhar minutos em novembro, sendo titular em mais dois jogos da Liga Europa.

A situação se alterou mais uma vez com a parada do futebol ucraniano para o período mais intenso do inverno, entre a segunda metade de dezembro e a primeira de fevereiro. Em 2019, o brasileiro quase não recebeu chances do treinador bielorrusso Aleksandr Khatskevich. A única participação de Tchê Tchê no ano foram os 25 minutos finais da goleada de 5 a 0 sofrida pelo Dínamo em casa para o Chelsea pelas oitavas de final da Liga Europa.

Ao todo, foram 16 jogos disputados, sendo seis como titular, nenhum gol e uma assistência em menos de uma temporada com a camisa do clube ucraniano.

Caso a negociação seja confirmada, Tchê Tchê será o nono reforço do São Paulo na temporada. Antes, o clube havia contratado Igor Vinícius, Léo, Pablo, Tiago Volpi, Hernanes, Willian Farias, Biro Biro e Pato.

Relembre trajetória de Tchê Tchê no Brasil

Depois de despontar como importante peça da equipe do Audax vice-campeã paulista de 2016, o meia seguiu para o Palmeiras onde seria titular na conquista do Campeonato Brasileiro no mesmo ano, sob comando do agora treinador tricolor Cuca.

Com a saída do comandante, Tchê Tchê passou por um 2017 sem títulos no Alviverde e começou a perder destaque. Em junho de 2018, o meia foi vendido para o Dínamo de Kiev por 4,8 milhões de euros, cerca de R$ 20,5 milhões na época.

Ao todo, foram 110 jogos do meio-campista pelo Palmeiras, com cinco gols marcados e o título nacional de 2016.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade