PUBLICIDADE

Corinthians deve rescindir com Marquinhos, manter 50% e liberar jogador ao Cuiabá

28 dez 2021 19h21
| atualizado às 19h21
ver comentários
Publicidade

Depois de acertar o empréstimo de André Luis ao Cuiabá, o Corinthians também deve negociar o meia-atacante Marquinhos com o time do Mato Grosso.

Mas, nesse caso, o negócio não será por empréstimo. Assim como nas situações de Richard e Sornoza, Marquinhos rescindirá seu vínculo com o Timão.

O clube do Parque São Jorge, que detém 100% dos direitos econômicos, vai repassar metade ao Cuiabá e manter 50%.

A informação foi divulgada inicialmente pelo jornalista Venê Casagrande e confirmada pela Gazeta Esportiva.

O acordo está sendo costurado para Marquinhos assinar um contrato de, no mínimo, três anos com aquela que deve ser sua nova equipe.

Como o contrato de Marquinhos com o Timão iria até o fim de 2022, dessa maneira a diretoria alvinegra entende que ganha tempo para lucrar com o jogador, com uma futura venda, mas sem precisar renovar o vínculo e manter despesas salariais.

Breve histórico

Pelo Sport, na temporada 2021, Marquinhos estreou em maio, depois de se recuperar de uma lesão no pé. Ele participou de oito partidas, sendo as quatro últimas como titular. Não marcou gol e foi substituído em todas as ocasiões.

Em julho, a pedido de Sylvinho, ele foi retirado do Sport para se juntar ao elenco corintiano. Aos 24 anos, entrou em 10 partidas, mas não soube aproveitar a oportunidade. Nunca correspondeu ás expectativas, e agora seguirá a carreira longe de Itaquera.

Campeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior, em 2017, pelo Corinthians, Marquinhos só teve sua primeira oportunidade de defender o Timão na equipe profissional em uma partida, em 2019.

Depois, foi emprestado para Ponte Preta e Sport Recife. Antes, passou por Bangu e Bragantino e Ponte Preta.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade