0

Bahia promete endurecer negócio com São Paulo e Corinthians

19 dez 2017
14h42
atualizado às 14h48
  • separator
  • comentários

O Bahia pretende vender caro os seus jogadores que se destacaram no Campeonato Brasileiro de 2017. É o que garante Diego Cerri, diretor de futebol do clube nordestino, que tem reuniões agendadas nesta semana para negociar o goleiro Jean com o São Paulo, e o lateral esquerdo Juninho Capixaba e o meia Zé Rafael com o Corinthians.

Jean (alvo do São Paulo): O Tricolor já iniciou as conversas com o Bahia e tem acordo verbal com o jovem goleiro de 22 anos. A princípio, o time baiano pede algo em torno de R$ 15 milhões, mas o São Paulo acredita que pode baixar a pedida para ter o arqueiro, uma das revelações do Brasileirão.
Jean (alvo do São Paulo): O Tricolor já iniciou as conversas com o Bahia e tem acordo verbal com o jovem goleiro de 22 anos. A princípio, o time baiano pede algo em torno de R$ 15 milhões, mas o São Paulo acredita que pode baixar a pedida para ter o arqueiro, uma das revelações do Brasileirão.
Foto: Divulgação/Bahia / LANCE!

"Vou viajar esta semana a São Paulo para discutir essas propostas. É aquilo que eu estou repetindo: foi-se o tempo em que os atletas do Bahia saíam a qualquer preço", afirmou Cerri, durante a cerimônia de posse do novo presidente do clube Guilherme Bellintani, na noite da última segunda-feira.

"Hoje, graças a essa organização que a gente tem, protegendo os ativos do clube, temos que chegar num consenso, algo que seja bom para o Bahia, para o atleta e para a equipe que está comprando. Estamos discutindo com calma, vamos ver como vai ser o desfecho", explicou.

Tanto São Paulo quanto Corinthians querem adquirir os seus respectivos alvos em definitivo e podem envolver jogadores na negociação. O clube de Parque São Jorge ofereceu o lateral esquerdo Moisés e o atacante Stiven Mendoza. Ambos foram emprestados ao Bahia nas duas últimas temporadas. O primeiro agradou em 2016, e o segundo neste ano.

Negociar o seu camisa 18 nesses moldes, contudo, é algo descartado pelo Bahia. "Zé Rafael é um jogador que tem tido muita sondagem. Em virtude da valorização dele, as equipes já sabem que, para tirá-lo daqui, vão ter que investir alto. Em relação a Zé Rafael, realmente não tem interesse em troca por outro atleta. Na verdade, ou ele vai ficar aqui ou, se ele sair, vai sair por uma boa venda", ressaltou Cerri.

Já o São Paulo chegou a ter um acordo verbal com o Bahia pelo goleiro Jean em novembro. O problema é que o  mandatário eleito no último dia 9 pediu um valor mais alto pela venda do goleiro. O novo diretor-executivo de futebol do clube do Morumbi, Raí, deverá se encontrar com Cerri nos próximos dias para fazer uma nova proposta. Um jogador a ser definido entre as partes pode ser envolvido na negociação.

Jean chegaria para complementar o quadro de arqueiros do São Paulo de 2018 e concorrer com Sidão pela titularidade. No Corinthians, Juninho Capixaba é visto como opção para substituir Guilherme Arana, negociado com o espanhol Sevilla, enquanto Zé Rafael reforçaria o sistema ofensivo do atual campeão brasileiro.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade