0

Mano descarta Angulo como titular e mantém dúvida sobre substituto de Dudu no Palmeiras

Técnico afirma que vai escolher entre Zé Rafael e Carlos Eduardo para começar o jogo contra o Fortaleza, domingo

19 set 2019
12h59
atualizado às 13h20
  • separator
  • 0
  • comentários

Mano Menezes, do Palmeiras, disse nesta quinta-feira não ter definido ainda quem será o substituto do atacante Dudu para a partida do próximo domingo contra o Fortaleza, no Castelão, pelo Campeonato Brasileiro. Com o titular suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o treinador disse ter dúvidas entre Zé Rafael e Carlos Eduardo e descartou a chance de escalar o colombiano Angulo, de 20 anos.

"Estamos decidindo ainda. Vamos escolher entre Zé Rafael e Carlos Eduardo. O Carlos Eduardo é mais parecido com o Dudu, de drible, de velocidade. Ele já participou do primeiro jogo em Goiânia. Daí modificaríamos um pouco o time, para ter mais posse, mais bola. Vamos trabalhar nessa linha", disse Mano em entrevista na Academia de Futebol. Mais cedo, pela manhã, a equipe fez um treino fechado à imprensa.

O treinador comentou que pretende colocar o atacante Angulo para jogar. Ele é destaque das categorias de base. O colombiano viajou ao seu país para resolver assuntos pessois e apenas nesta quinta-feira ele voltou a participar dos treinos. A viagem às pressas tirou sua chnace de atuar agora.

Mano ressaltou ser necessário ter cautela antes de pensar na entrada de Angulo no time. O colombiano chegou ao Palmeiras neste ano para reforçar as categorias de base, foi comprado por cerca de R$ 12 milhões e já participa de convocações para a seleção principal do seu país. No entanto, Mano diz que além de ter trabalhado pouco com o atacante, é preciso definir o momento correto para promover a estreia de um garoto.

"O futebol profissional de Série A é outro nível. Aqui estão os melhores do Brasil. Vamos tomar as decisões respeitando isso. Sempre com aquela calma, com conhecimento para fazer as coisas no devido tempo para não ter um retrocesso. Não estamos aqui para perder jogadores", explicou. Promovido ao elenco profissional do Palmeiras em junho, Angulo ainda não estreou pela equipe.

O confronto do domingo com o Fortaleza abre o segundo turno do Campeonato Brasileiro. Depois de fechar a primeira metade da competição com o melhor rendimento da sua história, 39 pontos, o Palmeiras deve ter uma sequência mais difícil. "O segundo turno é mais complicado. Os jogos ganham condição mais dramática e disputada, começa a se definir quem luta pelo título. É outro momento", entende Mano.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade