0

Liverpool vence com dois de Salah e pressiona City; United também vence

19 jan 2019
15h21
atualizado às 15h21
  • separator
  • 0
  • comentários

O Liverpool venceu mais uma no Campeonato Inglês, mas teve mais trabalho do que se esperava. Neste sábado, jogando em Anfield, o Liverpool recebeu o Crystal Palace e foi para o intervalo perdendo por 1 a 0, mas marcou quatro vezes no segundo tempo e venceu por 4 a 3.

Com a vitória em casa, o Liverpool chega a 60 pontos e abre vantagem de sete pontos para o Manchester City. Agora, o time de Pep Guardiola precisa Huddersfield neste domingo, às 11h30 (de Brasília), para não deixar o time de Jürgen Klopp disparar na liderança.

Crystal Palace surpreende e abre o placar

Conforme o esperado, o Liverpool começou o jogo pressionando o Crystal Palace, mantendo a bola no campo de ataque a todo momento e neutralizando todas as tentativas de contra-ataque no início do primeiro tempo. Apesar disso, a equipe de Jürgen Klopp não conseguia furar a retranca do time visitante nem no jogo aéreo, nem com bola no chão.

Aos 33 minutos, o Liverpool pagou pela falta de eficiência. O Crystal Palace conseguiu encaixar contra-ataque rápido pela esquerda, aproveitando a presença do veterano Milner na lateral direita adversária no lugar do veloz Alexander-Arnold, e foi fatal. Townsend recebeu cruzamento na área e abriu o placar com chute rasteiro, a primeira finalização a gol da equipe no jogo.

Liverpool consegue a virada com a ajuda da defesa

No segundo tempo a história foi diferente e o Liverpool precisou de poucos segundos para empatar a partida. No primeiro minuto da etapa final, o zagueiro Virgil Van Dijk arriscou chute de muito longe e, após desvio na defesa, a bola ficou viva na área. Ninguém da defesa do Crystal Palace percebeu Salah, que se antecipou e finalizou sem jeito, mas marcou mesmo assim.

A virada do Liverpool veio aos sete minutos pelos pés de Roberto Firmino. O brasileiro recebeu do lateral Andrew Robertson, tirou a marcação e arriscou o chute. A bola ainda contou com desvio na defesa antes de entrar no gol de Speroni.

Artilheiro do Inglês, Salah decide novamente

Mas o Crystal Palace, que se mostrou aguerrido durante todo o jogo, não se deixou abater pela virada e empatou a partida aos 19 minutos. Após cobrança de escanteio, o zagueiro Tomkins subiu mais que a defesa e cabeceou no contrapé de Alisson para fazer 2 a 2.

O empate durou apenas dez minutos. O gol da vitória foi anotado por Salah em nova trapalhada do Crystal Palace. Aos 30 minutos, Milner cruzou na área e o goleiro Speroni, tentando afastar, espalmou a bola na direção do gol. A bola entraria no gol, mas o egípcio ainda empurrou para o fundo da rede. Ainda deu tempo para Mané, para o Liverpool, e Meyer, para o Crystal Palace, marcarem nos acréscimos.

Manchester United vence a sétima seguida

O Manchester United continua voando baixo desde a saída de José Mourinho. Neste sábado, o time comandado por Ole Solskjaer recebeu o Brighton e venceu por 2 a 1, com gols de Pogba e Rashford ainda no primeiro tempo. No segundo, Gross descontou.

Com a vitória, o Manchester United soma 44 pontos e ultrapassa o Arsenal pela quinta colocação do Campeonato Inglês, que vale vaga na Liga Europa. O Brighton continua com 26 pontos e fica na 13ª posição.

Jogando diante de sua torcida, o Manchester United atacou desde o começo e chegou ao primeiro gol do jogo pelo pé direito de Pogba. Aos 26 minutos de jogo, o meio-campista francês cobrou pênalti com precisão — e seu trote característico — e abriu o placar em Old Trafford.

Ainda no primeiro tempo, Rashford foi o responsável pelo segundo gol do United na partida. Aos 41 minutos, o atacante recebeu de Dalot na ponta esquerda, driblou o marcador e chutou sem ângulo, marcando um golaço em Manchester.

No segundo tempo, o Brighton conseguiu diminuir a diferença aos 26 minutos. Após cruzamento de Locadia de trivela, Gross dominou no peito dentro da área e finalizou fora do alcance de De Gea.

Wolverhampton vence Leicester em jogo de sete gols

O jogo de abertura da rodada teve chuva de gols e decisão nos acréscimos. Em confronto direto, o Wolverhampton recebeu o Leicester e venceu por 4 a 3, com direito a três gols de Diogo Jota.

O português abriu o placar logo aos quatro minutos e Bennett ampliou aos 12. No segundo tempo o Leicester empatou com gols de Gray e Coady (contra), mas Diogo Jota fez 3 a 2. O Leicester voltou a empatar aos 42 minutos com o zagueiro Wes Morgan, mas Diogo Jota, nos acréscimos, decretou a vitória dos Wolves.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade