2 eventos ao vivo

Libertadores

Quem segura Guerrero? Corinthians atropela e encaminha vaga

Sérgio Barzaghi / Gazeta Press

Atacante peruano marca três vezes e é fundamental na goleada por 4 a 0 sobre o Danubio na Arena em Itaquera

1 abr 2015
23h53
atualizado em 2/4/2015 às 02h49
  • separator
  • 0
  • comentários

Se ainda há alguma dúvida na cabeça dos dirigentes do Corinthians em relação à renovação de contrato de Paolo Guerrero, o próprio atacante faz questão de espantar qualquer desconfiança em cada partida disputada com a camisa alvinegra. Com mais uma atuação de gala, o peruano marcou três vezes e foi fundamental na vitória por 4 a 0 sobre os uruguaios do Danubio, pela quarta rodada do Grupo 2 da Copa Libertadores. Jadson, que também deixou sua marca e ainda deu uma assistência, foi outro atleta de destaque da equipe comandada por Tite. Veja todos os detalhes do jogo.

Com a vitória, o Corinthians chega aos 12 pontos, disparando na liderança do Grupo 2, já que São Paulo e San Lorenzo, que jogaram mais cedo nesta quarta-feira, possuem apenas seis. Agora, um empate basta para a equipe de Tite garantir matematicamente sua vaga nas oitavas de final. Já o Danubio, apesar de não ter nenhum ponto, ainda não está eliminado, mas precisa vencer todos seus jogos e ainda torcer por uma combinação dificílima para seguir na Libertadores.

Corinthians comemora a goleada aplicada no Danubio
Corinthians comemora a goleada aplicada no Danubio
Foto: Sérgio Barzaghi / Gazeta Press

O Corinthians dominou completamente o primeiro tempo e só não repetiu a goleada aplicada no primeiro tempo contra o Penapolense, no último domingo, pois o goleiro Torgnascioli começou inspirado. O arqueiro fez ótimas defesas em finalizações de Guerrero e Emerson, mas não conseguiu segurar uma cobrança de falta executada com perfeição por Jadson e uma jogada bem trabalhada que acabou na cabeça do atacante peruano.

A equipe comandada por Tite não quis saber da vantagem conquistada no primeiro tempo e já começou a etapa final com uma pressão para cima do sistema defensivo do Danubio. Com apenas 20 segundos, Emerson recebeu de Renato Augusto pela esquerda e cruzou na medida para Guerrero. Desta vez, o camisa 9 acertou um belo voleio, sem chance para o goleiro rival.

Guerrero comemora segundo gol do Corinthians na partida
Guerrero comemora segundo gol do Corinthians na partida
Foto: Rodrigo Gazzanel / Futura Press

E você acha que Guerrero já estava satisfeito? Muito pelo contrário. Jadson, que teve uma grande atuação em Itaquera, cobrou outra falta com perfeição e encontrou o peruano na pequena área, que dividiu com o zagueiro para marcar seu terceiro gol e dar número finais ao marcador.

Aos gritos de "olé", os jogadores do Danubio começaram a perder a paciência e abusar de lances violentos sobre os atletas do Corinthians. Após uma sequência de faltas fortes, e muita reclamação de Tite, De los Santos chegou mais forte em Emerson Sheik e foi expulso após levar o segundo amarelo, amenizando um pouco os ânimos dos visitantes.

<p>Com um gol e uma assistência, Jadson foi um destaques do Corinthians na Arena</p>
Com um gol e uma assistência, Jadson foi um destaques do Corinthians na Arena
Foto: Sérgio Barzaghi / Gazeta Press

Na próxima partida, o Corinthians recebe o San Lorenzo para tentar definir matematicamente sua classificação, em 16 de abril, uma quinta-feira, na Arena Itaquera, enquanto o Danubio recebe o São Paulo, na quarta anterior, com uma mínima possibilidade de seguir na competição continental.

GOLS

Corinthians 1 x 0 Danubio - 26min do primeiro tempo
Jadson cobrou a falta com perfeição, sem chance alguma para Torgnascioli.

Corinthians 2 x 0 Danubio - 33min do primeiro tempo
Elias avançou pela direita e cruzou na segunda trave. Livre, Guerrero cabeceou no cantinho e ampliou o placar.

Corinthians 3 x 0 Danubio - 20s do segundo tempo
Emerson recebeu na área pela esquerda e cruzou na segunda trave. Guerrero acertou um belo voleio e fez seu segundo no jogo.

Corinthians 4 x 0 Danubio - 24min do segundo tempo
Jadson cobrou falta na pequena área e Guerrero, dividindo com o zagueiro, mandou para o fundo do gol.

Racismo?

Elias perdeu a paciência com González aos 25min do primeiro tempo. A discussão teria sido causada após o uruguaio chamar o volante da Seleção Brasileira de "macaco". No intervalo, o brasileiro preferiu não dar detalhes sobre o que acontece dentro das quatro linhas. "Deixa para lá. Preciso me concentrar na partida", disse.

Elias acusa adversário de ter lhe chamado de "macaco" durante partida
Elias acusa adversário de ter lhe chamado de "macaco" durante partida
Foto: Sérgio Barzaghi / Gazeta Press

100 vezes Libertadores

O Corinthians completou 100 partidas nesta quarta-feira pela Copa Libertadores da América. Da primeira edição, em 1977, à atual, a equipe alvinegra sofreu várias decepções, mas, de 2012 para cá, depois que conquistou o tão sonhado título, tem colocado medo nos adversários sul-americanos.

Em 2013 foi eliminado nas oitavas pelo Boca Juniors, em uma partida marcada pela polêmica arbitragem de Carlos Amarilla, e na atual temporada está com 100% de aproveitamento, mesmo no considerado "grupo da morte", com São Paulo e San Lorenzo. Nessas 100 partidas, o clube acumula 55 vitórias, 22 empates e 23 derrotas, sendo 181 gols marcados e 100 sofridos.

Quase recorde de público

A Arena Corinthians recebeu, mais uma vez, uma grande presença de torcedores. Foram 38.471 pagantes no duelo pela Libertadores que ficou a apenas 17 de ter o maior número de torcedores em Itaquera em um jogo alvinegro. O recorde continuar para Corinthians x São Paulo de fevereiro deste ano, com 38.487. A renda desta quarta foi de absurdos R$ 3.283.955.50.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 4 X 0 DANUBIO

Local: Estádio de Itaquera, em São Paulo (SP)
Data: 1º de abril de 2015, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Diego Haro (Peru)
Assistentes: Cesar Escano e Braulio Cornejo (ambos do Peru)
Cartões amarelos: Emerson (Corinthians). Sosa, Cristian González, Torgnascioli, Gravi (Danubio)
Cartão vermelho: De Los Santos (Danubio)
Público: 38.928 espectadores (38.471 pagantes)
Renda: R$ 3.283.955,50
Gols: CORINTHIANS: Jadson, aos 26 minutos do primeiro tempo. Guerrero, aos 33 minutos do primeiro tempo e a 1 e 22 minutos do segundo tempo

CORINTHIANS: Cássio; Fagner (Edu Dracena), Felipe, Gil e Uendel; Ralf, Elias, Jadson, Renato Augusto e Emerson (Vagner Love); Guerrero
Técnico: Tite

DANUBIO: Torgnascioli; Velázquez (Gravi), De Los Santos, Cristian González e Ricca; Viana (Schirone), Formiliano, Sosa e Milessi (Ignacio González); Fornaroli e Castro
Técnico: Leonardo Ramos

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade