0

Polícia prende suspeitos que planejavam invasão do Maracanã

Grupo também pretendia vender ingressos falsos e praticar roubos em torno do estádio

22 out 2019
09h05
atualizado às 09h45
  • separator
  • 0
  • comentários

A Polícia Civil do Rio realiza operação na manhã desta terça-feira, 22, para prender suspeitos que planejavam invadir o estádio no Maracanã na partida entre Flamengo e Grêmio, marcada para a noite desta quarta e válida pela semifinal da Copa Libertadores. Até às 8h, 16 pessoas já haviam sido presas.

Policiais prendem suspeitos de planejar uma invasão ao Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), nesta terça-feira (22). A invasão ocorreria durante a partida entre Flamengo e Grêmio, pela Copa Libertadores da América 2019, que acontece nesta quarta-feira (23). Agentes da Polícia Civil, da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), cumprem cerca de 20 mandados de prisão temporária, expedidos pelo Juizado Especial Criminal (Jecrim)
Policiais prendem suspeitos de planejar uma invasão ao Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), nesta terça-feira (22). A invasão ocorreria durante a partida entre Flamengo e Grêmio, pela Copa Libertadores da América 2019, que acontece nesta quarta-feira (23). Agentes da Polícia Civil, da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), cumprem cerca de 20 mandados de prisão temporária, expedidos pelo Juizado Especial Criminal (Jecrim)
Foto: jose lucena / Futura Press

Segundo as investigações, os suspeitos estavam se articulando para invadir o estádio, vender ingressos falsos e praticar roubos na região do Maracanã.

No total, a operação visa cumprir 27 mandados de prisão. Há ainda 89 intimações do Juizado Especial do Torcedor e dos Grandes Eventos para que suspeitos não se aproximem do Maracanã nesta quarta.

A ação da polícia conta com pelo menos 100 agentes. Além do Grande Rio, eles estão atuando em cidades da Baixada Fluminense e das Regiões Serrana e dos Lagos.

Veja também:

 

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade