2 eventos ao vivo

Leco descarta negociar D. Souza e despista sobre interesse rival em Militão

19 abr 2018
18h48
atualizado às 19h12
  • separator
  • 0
  • comentários

O São Paulo não vai desistir de Diego Souza, considerada a sua principal contratação para a temporada 2018. Ao menos foi o que assegurou o presidente do clube, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco.

Nos últimos dias, especulou-se a possibilidade de o Tricolor negociar o meia-atacante, o que foi refutado pelo mandatário são-paulino. "Não estamos cogitando disso", garantiu o mandatário, na chegada ao Morumbi para o duelo com o Atlético-PR, na noite desta quinta-feira, pela Copa do Brasil.

Contratado junto ao Sport por R$ 10 milhões, Diego Souza marcou três gols em 16 jogos pelo São Paulo. Sob o comando de Diego Aguirre, está na condição de reserva, passando longe de repetir o bom futebol apresentado nas últimas temporadas.

Internamente, há dirigentes que entendem que não há mais como o clube recuperar o investimento e que o melhor seria negociar o jogador ou emprestá-lo para outra equipe. O presidente do São Paulo, por sua vez, ainda acredita na reabilitação do atleta.

"É óbvio que sim (acredito na recuperação de Diego Souza). É um jogador extraordinário, profissional importantíssimo, correto. É preciso ter paciência, como tudo na vida", ressaltou Leco.

Questionado sobre um suposto interesse do rival Palmeiras em Éder Militão, repercutido durante esta tarde nas redes sociais, o dirigente demonstrou irritação e despistou: "Não tenho conhecimento, não sei se procede e não quero falar sobre isso".

O jogador, considerado uma das maiores revelações do São Paulo nos últimos anos, tem contrato só até 11 de janeiro e pode assinar com outro clube a partir de agosto. Temendo perder Militão de graça, o clube já marcou uma reunião com os agentes do atleta nesta sexta-feira para tenta a renovação.

Marcos Guilherme

O atacante Marcos Guilherme, emprestado até 30 de junho, deve voltar ao Atlético-PR, dono de seus direitos econômicos, após esse período. Leco, no entanto, afirmou estar trabalhando na manutenção do jogador, que após a vitória sobre o Paraná afirmou não estar com a "cabeça boa".

"É uma situação de indefinição, que estou em busca de ter uma solução para isso, já conversei com a diretoria do Atlético-PR, estamos tratando desse assunto", concluiu.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade