PUBLICIDADE

Koscielny diz que ausência na Copa foi decisiva para aposentadoria da seleção

15 out 2018 12h06
| atualizado às 15h43
ver comentários
Publicidade

Um dos principais zagueiros do futebol francês, Laurent Koscielny parece não esquecer a lesão que o deixou de fora da lista de 23 convocados da França para a Copa do Mundo. Para o defensor, a imagem de ver seus colegas levantando o título sem ele ainda é dolorosa e é um dos motivos que fez com que anunciasse sua aposentadoria da seleção nacional.

"A vitória da França no Mundial me causou mais dano psicológico que minha lesão. Eu me senti muito feliz por eles, não posso negar, mas também senti desgosto. Não pude me sentir campeão do mundo, como seriam 60 milhões de franceses. É uma sensação muito estranha. Durante o Mundial, queria que a França se classificasse, mas ao mesmo tempo não queria, não sei explicar muito bem", disse o defensor francês.

A lesão que tirou o jogador francês da Copa do Mundo de 2018 aconteceu em maio deste ano, quando sofreu uma grave ruptura no tendão de aquiles e saiu chorando de campo. Na ocasião, o Arsenal enfrentava a equipe do Atlético de Madrid na semifinal da Liga Europa, torneio que foi vencido pelo time espanhol.

Com isso, o defensor terá seu foco total no Arsenal, clube que defende desde 2010 e é um dos principais nomes dos Gunners, já que tem mais de 300 partidas pelo time e cinco títulos conquistados. Além disso, vive sua melhor fase na carreira desde que chegou ao time inglês.

 

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade