0

Klopp exalta goleada do Liverpool: 'Foi uma mescla de estádio, coração e futebol'

Técnico diz que vitória está entre as três principais de sua carreira

7 mai 2019
21h56
  • separator
  • 0
  • comentários

O técnico do Liverpool, Jürgen Klopp, afirmou que a classificação para a final da Liga dos Campeões, diante do Barcelona, foi fruto de uma mescla de "estádio, coração e futebol". Derrotado por 3 a 0 no Camp Nou, no duelo de ida das semifinais, aplicou 4 a 0, nesta terça-feira, no Anfield Road.

"Foi uma noite especial. Eliminar o Barcelona é uma das coisas mais complicadas no futebol. Tínhamos de marcar quatro e o Barcelona não permite muito, desta forma tentamos ir passo a passo. Foi uma mescla de estádio, coração e futebol", disse o alemão, em entrevista coletiva.

Klopp afirmou que coloca esta vitória entre as três principais de sua carreira. "Estou muito orgulhoso de minha equipe. Não sei se isso já foi feito ou se voltará a acontecer", disse o treinador, que foi perguntado se conseguiria reverter o resultado em um estádio vazio. "Não. Sabemos que esta equipe é feita de atmosfera, desejo e futebol."

O Liverpool vai jogar a final da Liga dos Campeões em 1º de junho, no estádio Wanda Metropolitano, do Atlético de Madrid, na capital espanhola, diante do vencedor do confronto entre Ajax e Tottenham, que jogam nesta quarta-feira, em Amsterdã - os holandeses venceram o jogo de ida por 1 a 0.

A participação na final se dará um ano depois de cair em Kiev frente ao Real Madrid. "No ano passado caímos, então tivemos que voltar. Nós poderíamos ficar assim. Os meninos queriam criar sua própria história, é um novo capítulo e eles fizeram isso", disse Klopp. "Se eu soubesse que o ambiente era assim, eu teria assinado um contrato mais longo quando cheguei."

Ao mesmo tempo, Klopp afirmou que o épico resultado não muda em nada a situação do time no Campeonato Inglês, competição na qual está um ponto atrás do Manchester City e disputa a última rodada no fim de semana. "Estou tão feliz de poder dar essa experiência a nossos torcedores e que temos outra oportunidade de fazer mais alguma coisa de boa a eles."

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade