PUBLICIDADE

Itália coroa estreia de Conte com vitória sobre Holanda

4 set 2014 17h45
| atualizado às 18h10
ver comentários
Publicidade

Na primeira partida sob comando de Antonio Conte, a seleção italiana mostrou serviço diante da torcida e bateu a Holanda por 2 a 0, em jogo disputado na tarde desta quinta, no Estádio San Nicola, em Bari, província italiana. Inspirada, a equipe da casa encaminhou a vitória já nos momentos iniciais da partida, ao marcar dois gols nos primeiros dez minutos.

De Rossi fez o segundo gol da Itália
De Rossi fez o segundo gol da Itália
Foto: Gregorio Borgia / AP

O triunfo pôs fim a um jejum de vitórias que já durava cerca de dois meses e meio, já que antes deste amistoso, a última vitória da Itália tinha acontecido na primeira rodada do Mundial do Brasil, em jogo contra a Inglaterra, realizado em Manaus. A partida, inclusive, foi a única em que a equipe conseguiu se sair vencedora, repetindo a campanha pífia da Copa de 2010, ao ser eliminada ainda na fase de grupos.

Além de voltar a vencer, os italianos foram responsáveis por um feito curioso: enquanto na Copa do Mundo a equipe marcou dois gols em toda campanha da fase de grupos, a Itália precisou de apenas dez minutos no amistoso para balançar a rede duas vezes e igualar tal índice.

Deixando jogadores como Buffon, Quagliarella e Verratti entre os reservas, Conte preferiu escalar a equipe de forma mais alternativa, apostando na renovação do elenco. Os meias Marchisio e De Rossi eram os mais experientes entre os onze iniciais que saíram jogando. Com Balotelli fora da convocação, o jovem Immobile assumiu a responsabilidade de vestir a camisa 9 e comandar o ataque italiano ao lado de Zaza. A dupla ofensiva, inclusive, atuou junta pela primeira vez nesta tarde.

Foi justamente Immobile quem abriu o placar, voltando a marcar após praticamente três meses, já que seus últimos gols pela Itália haviam sido no amistoso preparatório contra o Fluminense, ainda em junho, vencido por 5 a 3. Logo aos 3 minutos, em uma das primeiras investidas dos donos da casa ao ataque, o avante recebeu um lançamento de Bonucci do campo de defesa e, colocando-se entre a zaga, dominou com calma para driblar o goleiro e empurrar a bola para as redes, abrindo o marcador em Bari.

Cinco minutos mais tarde, antes dos dez iniciais, Bonucci acertou novo lançamento ao campo de ataque. Desta vez, a bola encontrou Zaza, que dominou sem dificuldades e partiu em velocidade em direção à área até ser derrubado pelo zagueiro Martins Indi, que cometeu o pênalti e foi expulso pelo árbitro russo. Na cobrança, Daniele De Rossi mostrou tranquilidade e categoria ao deslocar Cillessen para um lado, concluindo no canto oposto e encerrando o marcador.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade