1 evento ao vivo
Logo do Liga dos Campeões
Foto: Terra

Liga dos Campeões

PSG vence United e sai na frente nas oitavas de final

Pogba foi expulso e não joga o confronto de volta

12 fev 2019
20h06
atualizado às 20h14
  • separator
  • 0
  • comentários

O Paris Saint-Germain conquistou uma vitória importantíssima nesta terça-feira, no jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões. Visitando o Manchester United no estádio Old Trafford, a equipe francesa não se abalou com as ausências de Neymar, Cavani e Meunier, lesionados, e saiu de campo com o expressivo triunfo por 2 a 0, gols marcados por Kimpembe e Mbappé, ambos no segundo tempo.

Com o resultado, o Manchester United será forçado a vencer em Paris por pelo menos 2 a 0 para levar a decisão à prorrogação. Caso supere o PSG por 3 a 0, o time inglês avança diretamente para as quartas de final da Liga dos Campeões. Se o Paris Saint-Germain marcar um gol em casa, os Red Devils passam a precisar de quatro tentos para seguirem adiante, tarefa nada fácil para quem não poderá contar com Pogba, expulso nos últimos instantes da partida desta terça-feira.

O jogo de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões entre Paris Saint-Germain e Manchester United acontece no próximo dia 6 de março, às 17h (de Brasília), no Parque dos Príncipes, em Paris.

PSG venceu o jogo de ida das oitavas da Liga dos Campeões
PSG venceu o jogo de ida das oitavas da Liga dos Campeões
Foto: Jason Cairnduff / Reuters

O jogo

O primeiro tempo foi bastante pegado e justamente por isso não possibilitou que as equipes criassem várias oportunidades de gol. Contudo, aos 15 minutos, o Manchester United por pouco não abriu o placar no Old Trafford. Em jogada individual pela direita, Pogba arrancou em velocidade, se livrou da marcação de Kimpembe, invadiu a área, mas, ao cruzar rasteiro, viu Buffon interceptar seu passe.

O Paris Saint-Germain, por sua vez, só respondeu aos 27 minutos. Verrati acionou Draxler, que deu passe açucarado para Mbappé. O camisa 7 parisiense saiu cara a cara com o goleiro De Gea e bateu para fora, levando o técnico Tomas Tuchel à loucura. Na sequência, entretanto, o árbitro de vídeo identificou que o jovem atacante estava em posição irregular. Ou seja, mesmo se ele tivesse colocado a bola para o fundo das redes, o tento seria anulado.

Nos minutos finais do primeiro tempo, o PSG ainda teve mais uma boa chance para sair na frente contra o Manchester United. Aos 44, Draxler sofreu falta de Matic na entrada da área. Daniel Alves, que iniciou a partida jogando como ponta direita, foi para a cobrança, mas bateu por cima da meta defendida pelo espanhol De Gea.

Para a etapa complementar, o Paris Saint-Germain voltou a campo mais disposto, e a conversa do técnico Tomas Tuchel com seus jogadores se provou eficiente aos oito minutos, quando Di Maria cobrou escanteio da direita, e Kimpembe apareceu no segundo pau para completar com o pé esquerdo, sem chances para o goleiro do Manchester United, que nada pôde fazer em relação ao arremate à queima-roupa.

Apesar de abrir vantagem, o PSG não se acomodou e só não ampliou porque Pogba conseguiu desviar o chute de primeira de Daniel Alves no rebote da cobrança de escanteio e viu a bola sair pela linha de fundo. Se o lateral brasileiro não teve sorte, Mbappé foi mais feliz aos 15 minutos, quando apareceu dentro da área para completar o passe milimétrico de Di Maria e estufar as redes de De Gea.

Coube ao Paris Saint-Germain nos minutos finais segurar o ímpeto dos donos da casa e administrar a grande vantagem construída fora de casa para ficar com um pé nas quartas de final da Liga dos Campeões. Para completar, o Manchester United ainda perdeu Pogba, expulso, para o jogo de volta, que acontece no próximo dia 6 de março, às 17h (de Brasília), no Parque dos Príncipes, em Paris.

Veja também:

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade