0
Logo do Seleção Inglesa
Foto: terra

Seleção Inglesa

Precisão britânica chama atenção no duelo contra o Panamá

24 jun 2018
11h41
atualizado em 26/6/2018 às 15h53
  • separator
  • 0
  • comentários

A goleada da Inglaterra sobre o Panamá não foi tão complicada de ser construída pelos ingleses. Um dos fatores que ajuda a explicar essa tranquilidade do English team foi a ótima mira de seus jogadores. Isso porque em 12 finalizações durante os 90 minutos, os britânicos acertaram o alvo 7 vezes, sendo que seis delas entraram.

Mas não foi só a precisão que ajuda a explicar a vitória tranquila da Inglaterra. Com um primeiro tempo arrasador, o English team foi para o intervalo vencendo por 5 a 0 e com uma posse de bola bastante superior e bem utilizada. Com a vantagem estabelecida, os ingleses acabaram tirando um pouco o pé do acelerador e terminaram a partida apenas com 58% da posse da bola e 604 passes completos.

Outro fator que explica a goleada da equipe da terra da rainha foi a presença de Harry Kane em campo. O segundo maior artilheiro do último Campeonato Inglês assumiu a liderança isolada da Copa do Mundo após marcar três vezes neste domingo, chegando a cinco gols em duas partidas na competição.

Pelo lado do Panamá, mesmo com a derrota já eliminando o país logo na primeira fase, a partida trouxe um marco importante para seu povo. Em seu segundo jogo nas histórias da Copa do Mundo, o torcedor já pode comemorar o seu primeiro gol no torneio com o zagueiro Baloy.

Com o resultado, a situação do Grupo G da Copa do Mundo é uma das mais curiosas na competição. Com Bélgica e Inglaterra já classificadas, as duas seleções se enfrentam na próxima quinta-feira para saber quem termina na liderança. Com o mesmo número de gols feitos e saldo, a definição do líder do grupo pode ser decidida através dos cartões amarelos das duas equipes.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade