PUBLICIDADE

Guardiola elogia Xavi, mas dá recado ao Barcelona: 'Agora é hora de sofrer'

Treinador do Manchester City demonstra confiança na recuperação do time catalão, mas ressalta que novo técnico precisa de tempo no cargo para desenvolver trabalho

21 dez 2021 12h25
| atualizado às 12h28
ver comentários
Publicidade

Durante um evento na Catalunha, em participação por videoconferência, o técnico espanhol Pep Guardiola, do Manchester City, comentou sobre a reestruturação que o Barcelona vem passando desde a saída do craque argentino Lionel Messi. O comandante disse estar confiante na recuperação do clube, atualmente sob o comando de Xavi Hernández, mas reiterou que será necessário mais tempo para que tudo volte a ficar nos trilhos.

Guardiola ainda elogiou o trabalho de Xavi e a forma como a nova diretoria está conduzindo o Barcelona até aqui, mesmo com as decepções nas principais competições, como a Liga dos Campeões da Europa, por exemplo, mas também ressaltou que é preciso saber passar por um momento difícil antes de colher os frutos do trabalho.

"O que não custa na vida, não vale a pena. Agora é hora de sofrer, então vamos sofrer. O que tem se não ganhamos neste ano ou no próximo? Qual o problema? Ganharemos depois", apontou o treinador do Manchester City.

Eliminado na fase de grupos da Liga dos Campeões, o Barcelona ainda tem nesta temporada para disputar a Liga Europa - pega o Napoli nos playoffs, que antecedem as oitavas de final. Pelo Campeonato Espanhol, o time catalão atualmente ocupa a oitava posição, estando a três pontos da zona de classificação para a próxima edição da Liga dos Campeões, que pode ser a verdadeira virada de chave.

"O bom é que há uma diretoria muito boa, um excelente treinador. Ainda não o vi (Xavi) treinar, mas o tive como jogador e sei seu amor ao jogo e ao clube. O que temos que fazer é crer até o fim com ele. Mas custar um pouco, mas tenho a sensação de que se estão criando sementes que nos darão frutos muito bons", opinou Guardiola.

Ainda vivendo uma das suas piores dificuldades financeiras da história, o Barcelona continua reformulando seu elenco e apostando novamente nos jovens, como os meias Gavi e Pedri e o atacante Ansu Fati. Assim como foi falado pelo próprio Xavi em recente coletiva, são eles que estão mantendo o clube de pé até aqui.

"Há uma geração muito boa, que demonstra que, com mais tempo e com as contratações que serão feitas, o Barça voltará aonde deve estar. Enquanto isso, paciência. Não se ganha sempre na vida", finalizou o técnico do Manchester City.

Estadão
Publicidade
Publicidade