PUBLICIDADE

Gattuso comemora 'estreia' do estádio Diego Maradona em Nápoles: 'Uma honra'

Técnico afirmou estar muito honrado por estar presente nesse momento de homenagem ao craque argentino

9 dez 2020 13h39
| atualizado às 13h39
ver comentários
Publicidade

O Napoli fará nesta quinta-feira contra a Real Sociedad, pela sexta e última rodada da fase de grupos da Liga Europa, a sua "estreia" no estádio Diego Armando Maradona, em Nápoles. Para o primeiro jogo no novo nome do local, que era San Paolo, o técnico Gennaro Gattuso afirmou nesta quarta estar muito honrado por estar presente nesse momento de homenagem ao craque argentino, que morreu no último dia 25 e é considerado um Deus na cidade italiana.

"Diego merece muito pelo que fez por este clube e para nós é uma honra estrearmos no estádio agora dedicado a ele. É uma honra ser o primeiro treinador (do Napoli) a pisar no estádio Maradona. Há uma pressão pela importância da partida, mas é um prazer jogar nesse estádio", disse Gattuso, em entrevista coletiva.

Maradona jogou no Napoli de 1984 a 1991 e ganhou títulos e o coração dos napolitanos. Entre suas conquistas estão duas edições do Campeonato Italiano (1986/1987 e 1989/1990), uma da Copa da Uefa (1988/1989), uma da Copa da Itália (1986/1987) e uma da Supercopa da Itália (1990).

Nesta quinta-feira, o Napoli recebe a Real Sociedad na luta pela classificação à segunda fase eliminatória da Liga Europa. O time italiano lidera o Grupo F com 10 pontos e joga até por um empate para avançar. Se perder, dependerá de um tropeço do AZ Alkmaar, da Holanda, contra o lanterna e já eliminado Rijeka, na Croácia.

"Desde que foram definidos os adversários, sabíamos que seria um grupo complicado. O Rijeka criou problemas para todos e o AZ e a Real Sociedad são times competitivos. Mas esperamos ver um grande Napoli em campo amanhã (quinta-feira)", comentou Gattuso.

Estadão
Publicidade
Publicidade