PUBLICIDADE

Veja o TOP 10 dos melhores jogadores brasileiros na Europa e a lista dos atletas que decepcionaram

Equipe do 'Estadão' elege os destaques da temporada e os 'micos' do Velho Continente

26 abr 2021 15h10
| atualizado às 16h17
ver comentários
Publicidade

A temporada do futebol na Europa chega em sua reta final com vários brasileiros como protagonistas nas principais equipes do continente. Nas semifinais da Liga dos Campeões, por exemplo, atletas do País têm papel de destaque no Paris Saint-Germain, Manchester City, Real Madrid e Chelsea. Nos campeonatos nacionais também é forte a presença de brasileiros nos times que estão na briga por títulos. Eleição feita entre os jornalistas da equipe de Esportes do Estadão aponta os dez melhores brasileiros em ação na Europa. Também foram votados os cinco atletas do País que mais decepcionaram ao longo da temporada europeia.

No TOP 10, três jogadores foram unanimidade e receberam votos de todos os jornalistas: Neymar (PSG), Casemiro (Real Madrid) e Gabriel Jesus (Manchester City). O trio está na semifinal da Liga dos Campeões e também é destaque da seleção brasileira comandada por Tite. Se conseguir levar o PSG ao título, Neymar poderá, inclusive, faturar o prêmio de melhor do mundo da Fifa.

Ainda entre os semifinalistas da Liga dos Campeões aparecem entre os mais votados os zagueiros Marquinhos (PSG) e Thiago Silva (Chelsea), o atacante Vinicius Junior (Real Madrid) e o goleiro Ederson (Manchester City). Completam a lista Lucas Paquetá (que trocou o Milan pelo Lyon) e dois atletas do Atlético de Madrid: o zagueiro Felipe e o lateral Renan Lodi.

A rekação de atletas que decepcionaram também teve uma unanimidade. O volante Arthur, que trocou o Barcelona pela Juventus e até agora não fez valer o investimento de US$ 85 milhões (R$ 464 milhões) do clube italiano. O ex-gremista foi a maior transação envolvendo um jogador brasileiro em 2020. O que chama atenção é que dois anos antes o clube catalão havia pago ao Grêmio US$ 48 milhões (R$ 262 milhões) pelo jogador. Ou seja, uma valorização de quase 90%.

Sofrendo com lesões no Barcelona, Philippe Coutinho também aparece entre aqueles que não emplacaram uma sequência de bons jogos na Europa. Assim como o lateral-esquerdo Marcelo, de 32 anos, que perdeu espaço e agora amarga a reserva no Real Madrid. Dois jovens talentos ainda em busca de afirmação na Europa finalizam a relação de decepções: Pedrinho (Benfica) e Reinier (Borussia Dortmund).

Estadão
Publicidade
Publicidade