PUBLICIDADE

"Parecia que queria um autógrafo de Neymar", diz técnico do RB Leipzig sobre árbitro

4 nov 2021 10h14
| atualizado às 10h14
ver comentários
Publicidade

O RB Leipzig buscou um empate por 2 a 2 com o Paris Saint-Germain pela Liga dos Campeões, com um pênalti marcado já nos minutos finais da partida e convertido por Dominik Szoboszlai. Mesmo assim, o técnico do time alemão, Jesse Marsch, não poupou o árbitro do jogo de críticas, citando Neymar.

"Fiquei irritado com a atuação do árbitro desde o primeiro minuto. Vê-se sempre os grandes clubes serem respeitados pelos árbitros, em detrimento dos mais pequenos. O que muda é que por vezes não posso esconder as emoções. Temos de fazer de tudo para obter um pouco de respeito. Em vários momentos, parecia que o árbitro queria um autógrafo do Neymar depois do jogo", disse o treinador.

"Claro, foi bom ter Mbappé, Neymar e Di María aqui em Leipzig, mas deixem-nos ter um jogo normal em que possamos dizer 'foi justo'. Até o segundo penálti, que foi claro, teve de ser confirmado no VAR", acrescentou.

O RB Leipzig volta a campo na Liga dos Campeões contra o Club Brugge, no dia 24 de novembro. No mesmo dia, o PSG duela com o Manchester City.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade