0

Manchester City vence Shakhtar e assume a liderança do grupo F

23 out 2018
18h00
atualizado às 18h48
  • separator
  • comentários

O Manchester City conseguiu a sua segunda vitória fora de casa nesta terça-feira. Os Citzens fizeram uma grande atuação no Estádio Metalista e saíram da Ucrânia com a vitória por 3 a 0 em partida da terceira rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões. David Silva, Bernardo Silva e Laporte marcaram os gols do triunfo.

Com o resultado, a equipe comandada por Pep Guardiola chega a seis pontos, assume a liderança do grupo F e dá um passo importante para se classificar para as oitavas de final. Os ucranianos seguem com dois pontos e caem para a quarta colocação. No outro jogo do dia, o Lyon empatou o Hoffenheim por 3 a 3. Com isso, os franceses vão a cinco pontos, indo para o segundo posto, enquanto o alemães vão a dois pontos e sobe para a terceira colocação.

As duas equipes voltam a se enfrentar na quarta-feira, dia 7 de novembro, em partida válida pela quarta rodada do grupo F. Dessa vez o confronto será no Etihad Stadium.

O jogo

O primeiro tempo da partida foi um monólogo. O Manchester City começou pressionando desde os primeiros minutos e criou diversas chances. A principal delas foi aos 21 minutos, quando, em contra-ataque, Gabriel Jesus tocou para Sterling, que lançou Mahrez. O argelino bateu cruzado e a bola saiu raspando na trave.

A equipe de Pep Guardiola abriu o placar aos 29 minutos. Mendy tocou para Gabriel Jesus, que tentou finalizar da entrada na área. O arremate foi bloqueado e a bola sobrou para David Silva, que balançou as redes da meta adversária.

Cinco minutos depois veio o segundo tento em uma falha gigantesca da defesa do Shakhtar. De Bruyne cobrou o escanteio e ninguém ficou com Laporte. O zagueiro francês não precisou nem sair do chão e só ajeitou o corpo para cabecear e fazer 2 a 0.

A segunda etapa voltou mais equilibrada com o time ucraniano até chegando ao ataque uma ou duas vezes, mas os Citizens continuavam levando mais perigo à meta adversária. A recompensa veio aos 30 minutos. Stones recuperou a bola na defesa e lançou Bernardo Silva, que havia acabado de entrar no lugar de De Bruyne. O português tabelou com Mahrez e finalizou. A bola acertou a trave antes de entrar.

Com a partida morna, as duas equipes conseguiram criar boas oportunidades aos 37 e 38. Primeiro, Bolbat cruzou e Fernando saiu frente a frente com Ederson, mas finalizou mal, perdendo a chance de reduzir para os mandantes. Em seguída, Sterling fez fila e foi bloqueado na hora do chute. Na reta final, Sterling chegou a acertar o travessão.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade