4 eventos ao vivo
Logo do Liga dos Campeões
Foto: Terra

Liga dos Campeões

Gabriel Jesus vê City mais forte após eliminações recentes na Liga dos Campeões

'Sou um sonhador e posso me imaginar com o troféu nas mãos', diz atacante brasileiro

10 ago 2020
21h39
atualizado às 21h39
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Desde que foi comprado por um empresário árabe em 2008, o Manchester City já conquistou títulos do Campeonato Inglês, da Copa da Inglaterra e da Copa da Liga Inglesa. O time persegue há muito tempo um objetivo maior, a Liga dos Campeões da Europa, e de acordo com o brasileiro Gabriel Jesus, decisivo na classificação às quartas de final com a vitória sobre o Real Madrid na última sexta-feira, ele está mais perto de ser conquistado nesta temporada.

Em entrevista a jornalistas ingleses nesta segunda-feira, pouco antes da viagem da equipe para Portugal, onde será disputada as fases decisivas da Liga dos Campeões, o atacante disse que consegue imaginar as suas mãos segurando o troféu e que ele e seus companheiros estão mais fortes após as decepções anteriores na competição.

Nas últimas temporadas, o Manchester City não teve bons desempenhos. Em 2019 e 2018, foi eliminado nas quartas de final para os rivais ingleses Liverpool e Tottenham, respectivamente. No ano anterior, caiu ainda nas oitavas de final diante do Monaco. "Como grupo, amadurecemos depois de termos sido eliminados nas edições anteriores da Liga dos Campeões. Aprendemos a sofrer", afirmou Gabriel Jesus.

Neste sábado, o Manchester City enfrentará o Lyon, em Lisboa, pelas quartas de final. "Temos que sonhar. Sou um sonhador e posso me imaginar com o troféu nas mãos. Mas sei que a realidade é outra, temos que trabalhar, mostrar a nossa dedicação. Vencer é o mais importante", comentou o brasileiro.

O seu gol na vitória sobre o Real Madrid trouxe uma nova marca para a carreira de Gabriel Jesus. Com 14 gols em 22 jogos de Liga dos Campeões, igualou Ronaldo Fenômeno e Adriano no ranking de goleadores históricos do país na competição.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade