1 evento ao vivo
Logo do Liga dos Campeões
Foto: Terra

Liga dos Campeões

Duelo contra Manchester City não tira concentração do Liverpool com Genk

Equipe inglesa encara o time belga nesta terça-feira, em Anfield Road, pela Liga dos Campeões

4 nov 2019
18h19
atualizado às 18h19
  • separator
  • 0
  • comentários

O Liverpool estará totalmente concentrado para enfrentar o Genk, da Bélgica, pela quarta rodada do Grupo E da Liga dos Campeões da Europa, nesta terça-feira, no estádio Anfield Road, em Liverpool, apesar do duelo clássico marcado para este domingo pelo Campeonato Inglês contra o Manchester City.

"Eu não penso em Manchester City e não preciso dizer isso aos rapazes. Eu me sentiria envergonhado de pedir a eles concentração para uma partida. A história que meus jogadores escreveram nos últimos três anos só foi possível porque sempre nos concentramos no próximo jogo. Não duvido dos meus jogadores", disse o técnico alemão Jurgen Klopp, em entrevista coletiva, nesta segunda-feira.

"Temos grandes ambições na Liga dos Campeões e a classificação do grupo está aberto. Temos que estar 100% no jogo, temos que criar uma boa atmosfera para conseguirmos a vitória. Para os torcedores que estarão em Anfield, precisamos nos concentrar na partida, igual aos jogadores", afirmou Klopp, referindo-se ao equilíbrio da chave.

"Eles (o Genk) ainda podem conseguir vaga na Liga Europa. Eles ainda têm chance de brigar. Precisamos respeitá-los", afirmou o técnico alemão, que lembrou o fato de que o terceiro colocado no grupo fica com uma vaga na segunda competição de clubes mais importante do continente.

Apesar de tentar esquecer momentaneamente o Manchester City, Klopp rebateu declarações feitas por Pep Guardiola sobre um pênalti marcado a favor do Liverpool contra o Aston Villa, no último sábado, pelo Campeonato Inglês, no qual, segundo o técnico espanhol, Sadio Mané se atirou ao chão.

"Eu não sei como ele (Guardiola) poderia saber sobre qualquer incidente em nosso jogo tão rapidamente depois da partida", acrescentou Klopp. "Sadio não é de simular faltas. Houve uma situação no jogo com o Villa quando ele recebeu um contato e caiu, mas houve contato. Tenho 100% de certeza se algo assim acontecesse com o City, eles gostariam de ter uma penalidade. Eu absolutamente não estou com vontade de falar sobre o City, eu realmente quero falar sobre Genk".

O Liverpool é o segundo colocado do grupo com seis pontos, enquanto que o Genk tem apenas um. Com sete pontos, a liderança é do Napoli, que também joga nesta terça-feira frente ao austríaco Red Bull Salzburg, detentor de três. No Campeonato Inglês, após 11 rodadas, o time de Liverpool lidera com 31 pontos, contra 25 do Manchester City.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade