1 evento ao vivo
Logo do Liga dos Campeões
Foto: Terra

Liga dos Campeões

Com Liverpool e Barcelona em campo, oito jogos fecham 3ª rodada da Liga dos Campeões

Time de Messi entra em campo às 16h na tentativa de assumir a liderança do Grupo F

23 out 2019
09h26
atualizado às 09h26
  • separator
  • 0
  • comentários

Com o Liverpool, atual detentor do título continental, e o Barcelona de Lionel Messi em campo entre as principais atrações do dia, oito jogos fecham nesta quarta-feira a terceira rodada da Liga dos Campeões. Após acumular uma derrota e uma vitória em dois jogos, o clube inglês encara o Genk, na Bélgica, às 16 horas (de Brasília), pelo Grupo E. No mesmo horário, o time catalão terá pela frente o Slavia Praga, na República Checa, pelo Grupo F.

Hoje fora da zona de classificação às oitavas de final, o Liverpool soma três pontos e ocupa a terceira posição de sua chave, que nesta quarta terá na Áustria o confronto entre o líder Napoli, com quatro, e o vice-líder Salzburg, com três. O Genk, com um ponto, é o lanterna.

Para conquistar o seu segundo triunfo nesta Liga dos Campeões, a equipe comandada pelo técnico Jürgen Klopp espera poder contar com a volta do goleador Mohamed Salah. O egípcio acaba de se recuperar de uma lesão no tornozelo, sofrida em uma vitória sobre o Leicester pelo Campeonato Inglês, e viajou até a Bélgica com o time inglês.

Porém, o treinador alemão não confirmou o artilheiro entre os titulares e lembrou que até a última segunda-feira o jogador era visto como dúvida entre os relacionados. "Ontem não tínhamos certeza e hoje (terça-feira) sua condição parece boa, mas não vamos correr qualquer risco. Veremos como ele estará da noite de hoje para o dia de amanhã (esta quarta)", despistou o comandante, em entrevista coletiva em Genk.

Por causa do problema físico, Salah foi desfalque de peso do Liverpool no clássico contra o Manchester United, que terminou empatado por 1 a 1 no último domingo, no estádio Old Trafford, onde a equipe visitante deixou de ostentar os 100% de aproveitamento como líder disparada do Campeonato Inglês.

E se por um lado esperam ter o retorno de Salah, os atuais campeões europeus não poderão contar com os defensores Joel Matip, com dores no joelho, e Trent Alexander-Arnold, acometido por uma virose. Eles sequer viajaram para a Bélgica e deverão dar lugares a Dejan Lovren e Joe Gomez na equipe titular.

BARÇA BUSCA O TOPO

Já o Barcelona, atual vice-líder do Grupo F, com quatro pontos, mesma pontuação do líder Borussia Dortmund, tenta bater o Slavia Praga fora de casa para assumir o topo da chave e aumentar as suas chances de avançar às oitavas de final. Para isso, a equipe espanhola também torce para que a Inter de Milão, terceira colocada, com um ponto, conquiste ao menos um empate contra o time alemão, na Itália, no outro confronto que fecha a terceira rodada da chave nesta quarta-feira e também começa às 16 horas (de Brasília).

Ao projetar o seu desafio em entrevista coletiva concedida em solo checo nesta terça, o técnico Ernesto Valverde a qualificou como "uma das partidas chave para a classificação" à próxima fase e, por isso, destacou que uma vitória é "fundamental" na busca por este objetivo.

Para triunfar em Praga, o comandante deverá apostar mais uma vez no poderoso trio ofensivo formado por Messi, Suárez e Griezmann. No último sábado, cada um deles fez um gol na vitória por 3 a 0 sobre o Eibar, fora de casa, que fez o Barça assumir a liderança do Campeonato Espanhol. "Estamos obrigados a fazer um grande jogo no ataque e eles estão em um bom momento", reconheceu Valverde.

Os duelos Ajax x Chelsea, às 13h55 (de Brasília), e Lille x Valencia, às 16h, completarão a terceira rodada do Grupo H nesta quarta-feira. O tradicional clube holandês lidera a chave, com seis pontos, enquanto o seu rival de Londres é o vice-líder, com três, mesma pontuação da equipe espanhola, terceira colocada. Ainda zerado, o clube francês é o lanterna.

RB Leipzig x Zenit, às 13h55, e Benfica x Lyon, às 16h, são os outros duelos do dia e fecharão a terceira jornada do Grupo G. A equipe russa está no topo, com quatro pontos, empatada com o clube francês, vice-líder. O time alemão vem logo atrás, em terceiro, com três, enquanto a tradicional agremiação portuguesa ainda não pontuou.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade