1 evento ao vivo
Logo do Liga dos Campeões
Foto: Terra

Liga dos Campeões

Com gol histórico, Barcelona empata e vai à final

6 mai 2009
17h40
atualizado às 18h34

Com um gol marcado nos acréscimos, o Barcelona arrancou um empate heróico por 1 a 1 com o Chelsea na tarde desta quarta-feira, em pleno Stamford Bridge, e garantiu presença em mais uma decisão da Copa dos Campeões. Único "intruso" na semifinal inglesa, o time catalão superou a inferioridade de jogadores nos minutos finais, evitou a repetição da decisão do ano passado e tentará evitar o bicampeonato do Manchester United.

» Veja fotos de Chelsea x Barcelona
» ESPN: assista ao vídeo
» Final põe Messi e C. Ronaldo frente-a-frente
» Confira tabela e os resultados do torneio
» Comente a classificação do Barcelona

Mesmo sem mostrar a mesma eficiência ofensiva demonstrada nos jogos anteriores, o Barcelona mostrou novamente ser decisivo nos momentos mais importantes do jogo. Com o desfalque do lesionado Thierry Henry e sem a atuação brilhante de Lionel Messi e Samuel Eto'o, coube a Andres Iniesta salvar o time catalão nos instantes em que a torcida local iniciava grande festa.

Em nova função em campo, atuando de maneira mais avançada, o meia espanhol confirmou a boa fase ao receber passe de Messi aos 48min da etapa final e acertar da entrada da área o ângulo do goleiro Petr Cech, na única finalização certa do Barcelona durante toda a partida. Com o feito, os catalães repetem a história das temporadas de 1999/2000 e 2005/2006, temporadas em que também eliminaram o Chelsea, em duelos válidos pelas quartas e oitavas-de-final, respectivamente.

Diante da equipe que perdeu apenas uma vez nos últimos dois anos no Stamford Bridge, o Barcelona mais uma vez teve dificuldades para romper a retranca inglesa, que uma semana antes, segurou o empate sem gols no Camp Nou. Vindo de um histórico massacre por 6 a 2 sobre o rival Real Madrid, a marca dos 100 tentos atingida no campeonato local e a proximidade do título espanhol, a equipe de Joseph Guardiola se prepara agora para o duelo em Roma, contra o Manchester United, de Cristiano Ronaldo.

Em busca de apenas um gol para se garantir na final e tentar a revanche contra o rival inglês, o ex-time do brasileiro Luiz Felipe Scolari atingiu seu objetivo logo nos primeiros minutos, incendiando a torcida no Stamford Bridge. Com 9min após o início, Lampard tentou o passe para a área, a bola desviou em Touré e sobrou para Essien acertar belo chute de fora da área, que acertou o travessão de Valdez antes de entrar e inaugurar o marcador.

Nos últimos 45min de jogo, o Barcelona mostrou mais domínio e pressionou, embora não tenha finalizado ao gol de Cech. Com os espaços deixados, o Chelsea acabou levando mais perigo nos contra-ataques e teve a chance de selar a classificação nos pés de Drogba, que só não ampliou graças à grande atuação de Valdez. Em desvantagem e já no desespero, o Barcelona ficou mais longe da vaga aos 21min, quando Abidal foi expulso por falta cometida em Anelka.

No entanto, no momento em que a torcida já festejava a vitória suada, Iniesta se mostrou decisivo ao marcar um golaço, fato que inverteu o desespero. Nos segundos finais, o Chelsea passou a pressionar o time catalão e chegou a pedir pênalti em uma jogada de Ballack, mas não evitou a manutenção do jejum na Copa dos Campeões.

Herói da classificação catalã, Iniesta festeja gol histórico e cala torcida rival no Stamford
Herói da classificação catalã, Iniesta festeja gol histórico e cala torcida rival no Stamford
Foto: AP
Fonte: Redação Terra
publicidade