0
Logo do Liga dos Campeões
Foto: Terra

Liga dos Campeões

Liga dos Campeões

Trio do Barça tem quase mesmo valor de mercado que Juventus

Cristina Quicler / AFP

Trio do Barcelona é composto pelos três jogadores mais valorizados da final da Liga dos Campeões

4 jun 2015
13h17
atualizado às 13h32
  • separator
  • 0
  • comentários

A final da Liga dos Campeões desde sábado, às 15h45 (de Brasília), terminará com uma equipe conquistando a Tríplice Coroa da temporada europeia. Tanto Barcelona quanto Juventus dominaram campeonato e copa nos seus países, mas o número idêntico de títulos não quer dizer que os adversários estão no mesmo patamar futebolístico.

Tetracampeã consecutiva italiana, a Juventus entrará em campo como zebra diante dos catalães, e o valor de mercado do seu elenco ilustra o porquê do clube espanhol ser apontado como favorito para a decisão.

De acordo com dados do site Transfermarkt, especialista em aferir o “preço” de cada atleta, o trio Messi, Suárez e Neymar, sozinho, custaria pouco menos que o time inteiro dos italianos caso um alguém quisesse comprá-los. O MSN está avaliado em 273,8 milhões de libras (R$ 1,30 bilhão), enquanto o elenco completo da equipe de Turim vale 280,4 milhões de libras (R$ 1,33 bilhão).

Desempenho e potencial pela pouca idade tornam Pogba o quarto jogador mais valioso de final
Desempenho e potencial pela pouca idade tornam Pogba o quarto jogador mais valioso de final
Foto: Martin Meissner / AP

Messi é o jogador mais “caro” dentre os que vão entrar em campo na decisão, mas seu valor de mercado não foi alterado nos últimos tempos, permanecendo na casa das 105,6 milhões de libras. Em ascensão no futebol europeu, Neymar foi valorizado na última temporada e ocupa a segunda posição, avaliado em 70,4 milhões de libras. Suárez completa o “pódio”: 52,8 milhões de libras.

A Juventus ocupa os dois lugares seguintes, com o jovem Paul Pogba (44 milhões de libras) e o chileno Arturo Vidal (36,9 milhões de libras). Daí em diante, pesa negativamente a idade e a posição dos destaques dos italianos. Ninguém questiona o talento de Buffon e Pirlo, mas aos 37 e 36 anos, respectivamente, os veteranos não são bem vistos aos olhos do mercado do futebol. O outro lado se aplica aos defensores Bonucci e Chiellini, bem mais baratos que os meio-campistas Ivan Rakitic e Andrés Iniesta.

Esses números reforçam a ideia de que o Barcelona, com elenco avaliado em 520,5 milhões de libras, tem mais time para levar a melhor na decisão do fim de semana, mas não garantem de nenhuma forma que os catalães levantarão a taça.

Há dez anos, por exemplo, o Liverpool entrou em campo contra o Milan em uma situação parecida, apontado claramente como azarão da final da Liga dos Campeões 2004/05. O que se falou antes do jogo pareceu que ia se concretizar no primeiro tempo, porém uma reviravolta na etapa complementar resultou na vitória nos pênaltis dos ingleses, para a surpresa e deleite dos fãs do futebol.

 

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade