0

Milan sai perdendo por 2 a 0, mas consegue virada sobre a Juventus no San Siro

7 jul 2020
18h58
atualizado às 19h01
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Milan e Juventus protagonizaram um clássico emocionante nesta terça-feira, em duelo válido pela 31ª rodada do Campeonato Italiano, no San Siro. Quase um mês depois de ser eliminado para a Velha Senhora na Copa da Itália, o Rossonero conseguiu uma grande vitória pelo placar de 4 a 2, de virada, após sair perdendo por 2 a 0.

Com o resultado, o Milan volta provisoriamente à zona de classificação para a próxima edição da Liga Europa, assumindo a quinta colocação com 49 pontos. Já a Juventus perde a chance de se distanciar ainda mais na liderança da competição e permanece com 75 pontos.

Ibrahimovic, Kessié, Rafael Leão e Rebic marcaram os gols do Milan na virada sobre a Juventus

O primeiro tempo da partida foi equilibrado, apesar de a Velha Senhora ter levado mais perigo ao gol adversário. Bonucci, Cristiano Ronaldo e Higuaín quase abriram o placar para os visitantes, enquanto o sueco Zlatan Ibrahimovic foi quem mais ameaçou pelos mandantes.

Na segunda etapa, a Juventus começou com tudo. Logo no primeiro minuto, Rabiot iniciou a jogada pela direita do campo de defesa, passou por Theo Hernández com uma caneta, foi até a entrada da área e bateu de esquerda no ângulo de Donnarumma para fazer 1 a 0. Seis minutos depois, Cristiano Ronaldo aproveitou uma falha da defesa para ampliar a vantagem.

Aos 16 minutos, porém, começou a reação rossonera. Após um toque na mão de Bonucci dentro da área, o árbitro assinalou um pênalti para o Milan, cobrado e convertido por Ibrahimovic. Quatro minutos depois, Kessié recebeu do sueco e contou com um desvio na finalização para deixar tudo igual.

E aos 22, Rafael Leão ficou com a sobra no lado esquerdo do ataque, avançou para cima do marcador e arriscou o chute rasteiro, aceito por Szczesny: 3 a 2 para os donos da casa em um intervalo de apenas seis minutos.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade