2 eventos ao vivo

Com ótima atuação ofensiva, Napoli goleia Roma pelo Campeonato Italiano

31 mar 2019
12h00
atualizado às 12h00
  • separator
  • 0
  • comentários

Pela 29ª rodada do Campeonato Italiano, um dos duelos mais importantes deste domingo foi travado entre Roma e Napoli. No Estádio Olímpico de Roma, o time visitante foi superior, dominou as ações do jogo e venceu com autoridade. O placar foi de 4 a 1, com gols de Milik, Mertens, Verdi e Younes. Perotti diminuiu para os anfitriões.

Com o resultado, a Lupa segue com os mesmos 47 pontos ganhos e, até o momento, na sexta posição da tabela. Os Celestes, por outro lado, continuam na vice-liderança da competição, agora com 63 pontos somados, mas com 15 a menos que a líder Juventus.

As equipes voltam a campo já neste meio de semana, ambas na quarta-feira. Pela 30ª rodada, os comandados de Claudio Ranieri voltarão a jogar em casa, desta vez recebendo a Fiorentina. Os de Carlo Ancelotti, por sua vez, visitarão o Empoli, em mais um confronto longe de seus domínios.

Gol relâmpago; vacilo nos acréscimos

Mesmo fora de casa, o Napoli sequer deu tempo para a Roma respirar no Olímpico. Aos dois minutos, Verdi dominou na entrada da área e, por elevação, achou Milik no costado da zaga. O camisa 99 dominou com plasticidade e emendou um firme chute no alto do gol. Placar aberto: 1 a 0.

Com a desvantagem inicial, esperava-se que a Lupa partisse em busca do empate na sequência. Todavia, os donos da casa sofreram com suas limitações ofensivas e mal conseguiram dominar a posse da bola, que permaneceu a cargo dos visitantes. Quando chegaram à frente, apostaram em jogadas pelo alto, mas sem sucesso.

O Napoli controlava o jogo de forma tranquila, tocando a bola com calma. Aos 30 minutos, Mertens aproveitou a linha de impedimento mal feita da defesa adversária e avançou livre pela direita. Chegando ao fundo, cruzou rasteiro para a chegada de Verdi, que, de frente para o gol, desperdiçou uma chance claríssima. O chute saiu no meio do gol, facilitando a defesa de Olsen.

Pouco depois, a Roma tentou pela direita, com Dzeko cruzando forte e Kluivert aparecendo na segunda trave para completar. No entanto, o levantamento foi um pouco mais alto do que devia e o holandês não conseguiu direcionar o cabeceio.

Os celestes eram melhores em campo, mas um vacilo nos acréscimos do primeiro tempo custaram a vitória parcial. O juiz marcou pênalti para Roma, em saída um tanto espalhafatosa do goleiro Meret. Perotti foi para a bola e, com categoria, deixou tudo igual antes do intervalo.

Vitória em 10 minutos

O Napoli não se abateu com o gol sofrido e, na volta dos vestiários, manteve o ritmo dos primeiros 45 minutos. Aos quatro da etapa final, Callejón pegou a sobra na linha de fundo e, de primeira, cruzou rasteiro. A bola passou por todo mundo e ficou limpa para Mertens, que só empurrou. Outro gol relâmpago e 2 a 1 no placar.

Cinco minutos depois, Fabián Ruiz puxou um contra-ataque rápido pela esquerda e, ao se aproximar da grande área, encontrou Verdi livre pelo meio. O atacante recebeu na marca do pênalti e, de chapa, colocou no canto esquerdo: 3 a 1 e vitória encaminhada.

Após o baque, a Roma tentou pressionar os visitantes, em busca, ao menos, de diminuir a diferença. Nada feito. Teve muitas dificuldades para se aproximar do gol celeste e, na melhor chance que teve, ainda contou com um tanto de azar.

Aos 30 minutos, Cristante arriscou de fora da área e, com uma verdadeira pancada, obrigou Meret a espalmar. No rebote, N'Zonzi chegou colocando a cabeça na bola e carimbou o travessão. Não era dia.

Se por um lado estava difícil, por outro, dava tudo certo. Com 36 rodados, Younes dominou dentro da área e, sozinho, chutou para o gol. Olsen defendeu em primeira instância, mas, no rebote, o mesmo Younes mandou para dentro, fazendo o quarto do Napoli na partida e fechando de vez o caixão da Roma.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade