0

Salah faz três, Liverpool goleia o Borunemouth e joga pressão no City

8 dez 2018
12h43
  • separator
  • 0
  • comentários

Valendo liderança, o Liverpool entrou em campo neste sábado, contra o Borunemouth, pela rodada de número 16 do Campeonato Inglês. No Vitality Stadium, os visitantes não tiveram atuação empolgante, mas conquistaram o resultado positivo, vencendo por 4 a 0. Mohamed Salah foi o nome do jogo, com três gols, enquanto Cook (contra) completou a goleada.

O triunfo coloca o time comandado por Jurgen Klopp, ainda que provisoriamente, na ponta da tabela, com 42 pontos ganhos, um a mais que o Manchester City. Este, por sinal, precisará, no mínimo, de um empate com o Chelsea para recuperar a posição. Os donos da casa, por outro lado, segue com os mesmos 23 pontos e, na sétima colocação, pode cair algumas posições ao fim da rodada.

No próximo final de semana, as equipes voltam a campo pela Premier League. No sábado, o Bournemouth visita o Wolverhampton, enquanto, no domingo, os Reds voltam a Anfield, desta vez para encarar o Manchester United.

Salah: oportunista e impedido

O confronto começou mais equilibrado do que o esperado. O Liverpool dominava completamente a posse de bola, mas não teve vida fácil ao tentar se aproximar do gol adversário. Muito em função da forte marcação dos donos da casa, o primeiro tempo não contou com muitos lances de perigo.

Tentando encontrar espaços na frente, o time visitante acabou oferecendo atrás, e viu Alisson fazer boa defesa para evitar o gol do Bournemouth, já aos 23 minutos. Cook apareceu na área, recebeu bom passe e mandou um chute no canto esquerdo, espalmado pelo brasileiro, que jogou para escanteio.

Quem não conseguiu afastar a bola para a linha lateral, por outro lado, foi Begovic. Aos 25, Firmino tabelou com Salah e soltou a canhota da intermediária, obrigando o goleiro da casa a cair para defender. No entanto, o rebote acabou nos pés do egípcio, que, oportunista, inaugurou o marcador para os Reds. Detalhe: Salah estava impedido no lance, mas passou despercebido pelos árbitros.

Após o gol, o jogo esfriou e, no primeiro tempo, foi tudo.

Egípcio inspirado

Já na etapa final, o Liverpool voltou determinado a sacramentar a vitória. E não demorou muito para fazê-lo, já que aos três minutos, Salah voltou a balançar a rede e ampliou a contagem. Pela esquerda, desta vez em posição legal, o egípcio recebeu passe em profundidade, encarou a marcação, limpou para a canhota e bateu cruzado, rasteirinho, sem chance para Begovic.

Mesmo com a desvantagem, o Bournemouth não jogou a toalha e continuou correndo atrás do prejuízo. Faltava qualidade técnica para definir as jogadas e chegar ao gol.

Se na frente estava difícil, atrás, pelo menos, o gol saiu. Em lance de extrema infelicidade, Cook tentou interceptar um cruzamento da esquerda e acabou jogando contra a própria meta, confirmando o triunfo dos visitantes com 23 rodados.

Aos 32, Salah mostrou que estava realmente em uma tarde inspirada. O camisa 11 foi lançado em profundidade, ganhou a disputa com o zagueiro e saiu cara a cara com Begovic. O egípcio ainda driblou o goleiro adversário duas vez vezes antes de confirmar seu hat-trick, fazendo o quarto do Liverpool no Vitality Stadium.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade