6 eventos ao vivo

Mourinho é apresentado no Tottenham reconhecendo erros e projetando títulos

21 nov 2019
14h24
  • separator
  • 0
  • comentários

O técnico José Mourinho voltou oficialmente a ativa. O português foi apresentado nesta quinta-feira como novo técnico do Tottenham, substituindo o demitido Mauricio Pochettino, e não fugiu de suas características. Em entrevista longa e com a confiança de sempre, o comandante reconheceu ter cometido erros e afirmou viver momento novo na carreira.

"Acho que estou novo e melhorado. Tenho que acreditar nisso. Eu sempre achei que esses 11 meses não foram uma perda de tempo. Tive meses para pensar, para analisar, preparar, antecipar as coisas. Você nunca perde seu DNA, nunca perde sua identidade, mas eu tive tempo de pensar em muitas coisas", comentou o novo técnico dos Spurs.

(Foto: Divulgação/Tottenham)
(Foto: Divulgação/Tottenham)
Foto: Gazeta Esportiva

"Não me pergunte quais, mas eu entendi que cometi erros durante a minha carreira. E eu não vou cometer erros antigos, vou cometer erros novos. Estou mais forte do ponto de vista psicológico. Estou motivado, pronto e penso que os jogadores sentiram isso nos últimos dois dias. Estou pronto para ajudá-los, isso não é sobre mim", seguiu.

"Na sua carreira - não só na carreira mas na vida - você passa por períodos; e estou em período em que não é nada sobre mim. É sobre o meu clube, os torcedores, jogadores. Estou aqui para tentar e ajudar todos", explicou o português.

Cobrado por títulos, Mourinho assume o Tottenham em situação difícil. Os Spurs, que chegaram na final da Liga dos Campeões na última temporada, estão em 14º na tabela do Campeonato Inglês, com 14 pontos, 11 a menos do que o Mancheser City, primeira equipe dentro da zona de classificação para a Champions.

"Não podemos ganhar o Campeonato Inglês nesta temporada. Nós podemos - não estou dizendo que vamos - ganhar na próxima temporada. Se ganharmos títulos, não será por minha casa, mas consequência do trabalho que fazemos no clube", explicou.

"Sou um homem de clube, mas um homem de muitos clubes. Eu decidi ter em minha carreira essa aventura de passar por vários países até eu ter o que chamava de Grand Slam - Espanha, Itália e Inglaterra. Eu não parei, queria fazer isso", ponderou Mourinho.

O técnico, porém, deixou claro que o Campeonato Inglês é o seu favorito. "A Premier League é o meu habitat natural. É onde sou amado, é a liga que considero a melhor, a mais proveitosa e onde sou mais feliz", concluiu o português.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade